02/11/08

Impossível!

Ao seu devido tempo, muito do que hoje é visto como algo inerente ao cotidiano era tido como impensável e seus defensores marginalizados.
A abolição da escravatura, a queda da "derrama", a declaração de independência, a substituição da monarquia pela república, o término dos castigos físicos aos marinheiros, o sufrágio universal e até mesmo a exposição aberta de posições políticas contrárias aos interesses dominantes já foram coisas tidas como verdadeiros impropérios.
Hoje, sob os ventos da democracia, podemos ver que até mesmo militares já realizam, embora ainda não sem represálias, passeatas e atos públicos.
Por mais absurdo que possa parecer, militares já recalcitram até em manifestar "livremente" o que pensam.
Em tempos de iminente eleição de um negro para a presidência dos Estados Unidos da América, a história parece dar clara demonstração de que conceitos e preconceitos estão mais mutáveis do que nunca.
No momento em que o Rio parece perder a oportunidade de romper com a lógica política que vem presidindo as ações governamentais desde anos atrás e por paradoxal que seja, a esperança dá provas de sobrevivência e, mais ainda, de renovação.
Como diz o adágio, "ninguém pode enganar a todos durante todo o tempo", e a consciência crítica que dá sinais de pujança no estado revela que o "todo" e o "todos" são cada vez menores.
Quem sabe não estão as engrenagens políticas e criminosas que dominam o estado do RJ há anos com os dias de soberba e impunidade contados?
Quem sabe 2010 não representará, finalmente, a ruptura com todos esses processos degradantes que têm garantido poder, dominação e dinheiro a poucos em detrimento da desgraça de muitos?
Afinal de contas, qual é a verdadeira diferença entre o possível e o impossível, senão o fato de que o segundo ainda não foi feito?

6 comentários:

Anônimo disse...

Eleitores fantasmas do poste

O número de eleitores supera a população, medida pelo IBGE, em ao menos 28 municípios do País.

Itapiraí (em Minas Gerais) tem a maior disparidade – 1.841 habitantes para 2.437 votos em outubro.

Eis como é possível, via fraude e manipulação da votação dos fantasmas, eleger até um poste...

Por isso, um recadastramento de verdade, o fim do voto obrigatório, e o voto eletrônico com comprovante para posterior auditoria, além da adoção do voto distrital puro, são medidas urgentes para uma reforma política de verdade, no Brasil.


blog Alerta Total

Anônimo disse...

Já é um avanço.
Voltar a escrever, ainda que um artigo tímido, demonstra que você não está morto.
Aquelas colagens pobres e sem conteúdo intelectual apenas te faziam encolher.
É isso aí.
Seja bem vindo de volta.

Anônimo disse...

Cabine da PM é atacada por traficantes na Linha Vermelha

Bando atira com fuzis e assusta moradores


Rio - Uma cabine blindada da PM, na Linha Vermelha, na subida para Linha Amarela, no sentido Centro, foi atingida por vários tiros de fuzil.

O atentado aconteceu por das 6h, desta terça-feira, e por sorte não houve vítimas. Muitos moradores estavam saindo para o trabalho. Houve pânico e tumulto.

Segundo os policiais do 22º BPM (Maré) os traficantes fizeramos disparos enquanto faziam a travessia da Favela do Timbau para Vila dos Pinheiros. Ninguém foi preso.

Anônimo disse...

major wanderbay,o senhor sabia que os oficiais de saude do corpo de bombeiros trabalham 24 horas semanais,enquanto nos praças trabalhamos 24x48.

Anônimo disse...

Falar todos podem... em nome próprio.

falar pela polícia...todos podem mas, nem todos têm legitimidade para tal...sabemos aqueles que a tem, não fazem bom uso da condição....quem sabe, Major, o senhor possa, finalmente, ter voz e legitimidade, ao assumir o clube dos oficiais...

O Presidente da AME, indiscutivelmente, terá legitimidade, recursos e importância política....Tivemos um ex-presidente do clube Constituinte e deputado estadual e candidato a prefeito de uma das mais importantes cidades do Brasil.

Não, que seja esse seu objetivo mas, os políticos vão ver e reconhecer esse potencial.

Sr Major....Assuma sua liderança e conquiste sua legitimidade através do Clube.

Se duplicar o número de associados, a mensalidade poderá ser reduzida à metade. Se triplicar, a um terço.

Isso estimularia a ampliação de novos sócios. os cadetes não devem pagar mensalidade e podem ser incluídos como sócios com mensalidade zero, optando a continuidade após a formação.

os informativos do clube seriam, sistematicamente, distribuídos nas unidades.

Não serieis mais um martir Sr Major, mas, nossa voz, como o soar da corneta alto e claro rompendo o silêncio.

Como diz o Obama...Yes, we can!!!!

Anônimo disse...

DEPOIS DAS ELEIÇÕES AS UPAS NÃO FORAM MAIS INAUGURADAS!
PQ SERÁ?
ESTOU AGUARDANDO O TRE, QUE ANDA MUITO CALADINHO! PAU NELES.