26/11/08

O soldo dele é inferior ao salário mínimo!



E ele trabalha sem definição de carga horária, sem acesso aos mais elementares bancos de dados (antecedentes criminais, dados estatísticos de natureza criminal, etc), sem pagamento de horas extraordinárias de trabalho, submetido a regulamento disciplinar com dispositivos flagrantemente inconstitucionais e ainda precisa fazer "bico" nas horas de folga para sustentar sua família.

Vale destacar ainda que seu salário é bem inferior aos de seus camaradas da polícia civil do mesmo Rio de Janeiro.

8 comentários:

Mostrando a Verdade disse...

Sempre que precisar meu amigo

Anônimo disse...

Estamos vivendo um periodo de desespero, somos comandados por pessoas que somente estao no poder para aparecer e fazer as vontades dos Politicos (almejando cargos futuros)nao vieram para acrescentar nada a Policia Militar, tem medo de fazer mundancas de Comando de Unidades, sao uns verdadeiros fracos, traidores e mentirosos.

Onde ja se viu hoje nos temos o Comandante do 4 CPA, do 12 BPM e o Chefe de Gabinete do Comando Geral que sabidamente a pelo menos 15 dias que os tres ocuparao cargos em prefeituras. Bem otimo para eles, mas para a PMERJ eles ja nao estao nem ai e o Nosso Comando nao substitui, que fraqueza e essa, a PMERJ esta parada pois nosso comando tem medo de mudar, nao tem proposta, nao tem ideia, somente querem que o tempo passe e continuem nos cargos que ocupam.
Isso nao existe esses Coroneis ja estao em outras e suas Unidades estao parando, os que querem seus lugares tambem esquecem suas Unidades e ficam com a cabeça nos locais que querem assumir.
Isso e ruim para a PMERJ, e esses fracos nao fazem nada, nao mudam, nao criam uma linha de açao, ainda vemos uma PMERJ como o UBIRATAM deixou, so que esses inuteis nao tem metade da competencia do antigo Comandante.
Isso e fraqueza, e um crime contra a instituição.

Desculpe temos que elogiar a competencia que possuem para punir Oficial. Isso eles sabem.

Anônimo disse...

Acabo de ler em outro blogger:

Um Promotor de SP acabou de ser absolvido por ilustres Desembargadores, que entenderam "que ele agiu em legitima defesa" . Ele deu 12 tiros na direção de 2 rapazes que teriam mexido com a sua namorada, matando um e ferindo o outro.
DOZE TIROS...Legitima defesa...

Se fosse um de nós praças que tivesse dado 12 tiros em dois vagabundos perigosos em uma favela a noite será que teríamos a mesma sorte que o promotor?

Notem que esse promotor teve INTENÇÃO e deu DOZE tiros! Repito: o que teria acontecido se o mesmo sujeito fosse um PM em vez de promotor?

Ah, a lei é igual para todos... Sei...

Anônimo disse...

só nao entendi pq ele agradeceu ao coronel. oq o coronel tem com isso. nao ajudou em nada, só atrapalhou.

Anônimo disse...

Onde está o Secretário de Segurança para falar sobre o caso?
Pegou a doença do Comandante-Geral da PM?
Ou será que só quer aparecer nos casos positivos da "polícia investigativa-ostensiva" que estão começando a sumir?
O despreparo da cúpula está cada vez mais evidente. A conta está crescendo e a época da cobrança, as eleições, já está chegando.

Anônimo disse...

Infelizmente, essa profissão não tem valor!

Anônimo disse...

Na altura do campeonato, ninguém mais quer botar a cara. Só nos resta aguardar, anciosamente, a virada do ano, e com ele novidades virão.
Sejam benvindos CEL PM SAMUEL e CEL PM PENTEADO

Anônimo disse...

O pior é um Policial Civil receber menos que um oficial PM, uma afronta aos cidadãos inteligentes da sociedade, para que serve um major PM? nem na corporação ficam, a maioria trabalha fora da instituição.

É uma desfaaçatez com o dinheiro do povo.