19/01/2007

Muito obrigado a todos.

7 comentários:

Roberta Trindade disse...

Olá, major.

Não sei se o senhor irá se lembrar, mas fiz uma das primeiras matérias sobre a adoção do Termo Circunstanciado aqui em São Gonçalo, em agosto e setembro de 2005.

Também fiz outras, quando da intereferência política para que o TC não fosse pra frente.

Bom... Passando por aqui, resolvi deixar este recado. O senhor não imagina como se encontra o 7º BPM atualmente... O batalhão, o patrulhamento e o policiamento ostensivo no município...

Há notícias no meu blog
www.pautadodia.blogse.com.br

E eu continuo trabalhando no mesmo jornal
www.nossojornal.info

Seria ousadia perguntar se há alguma possibilidade ou interesse em um retorno aqui para SG?

Termino por aqui, deixando minhas condolências pela perda de seu pai.

Wanderby disse...

Cara Roberta
É claro que lembro de você e da matéria feita pelo jornal no qual trabalha, pelo que sou grato (ainda tenho cópia).
Quanto a São Gonçalo, creio que nossa etapa tenha sido encerrada.
Muito obrigado pela visita (a qual retribuirei) e pelas palavras.

Roberta Trindade disse...

Pois é, major.
A estatística da Deam é baseada em cumprimento de mandato de prisão...

Para não contar casos que "ouvi falar", posso comentar um que eu presenciei, quando uma família foi registrar o rapto de um bebê (levado por uma vizinha). Eles simplesmente entregaram a intimação para que o marido da vizinha fosse à DP para que o avô da criança entregasse ao intimado.

Ora, não deveria uma equipe de policiais da delegacia, devidamente armados, identificados e de viatura, ir até o local entregar a intimação?

Já o problema das delegacias legais (no nome)... Em Alcântara, o ar condicionado já não funciona há mais de um ano. Como toda a estrutura é feita para uma unidade com ar, imagine a situação... O calor com que os funcionários têm que trabalhar (nos dias de sol, PMs em ocorrência ficam - literalmente - suando em bicas) e também os computadores.

Ah, o contrato com a firma de limpeza também acabou. E não foi renovado.

Bom... Mais um projeto pra inglês ver, né... E quem conhece mesmo, sabe que não é nada funcional... Senha de atendimento, fila de espera, cai o sistema e perde-se todos os dados, começa tudo de novo,...

Sei que o senhor sabe como é. ;-)

Ah! Obrigada pela visita ao meu blog.

Emir Larangeira disse...

Prezado Wanderby

Conheci seu pai numa situação especial: eu, perseguido por um grupo de facínoras internos, e ele encarregado de IPM mandado instaurar contra mim por eu ter denunciado falcatruas de um coronel. O seu pai me demonstrou isenção e coragem, além de sabedoria. Respeitou-me e me inocentou das acusações que haviam sido habilmente subvertidas e invertidas para me retaliar. Ele, porém, resistiu a pressões violentas de arapongas meus inimigos e me fez justiça. Passei a admirá-lo sinceramente. Por trás de sua simplicidade escondia-se um homem justo e corajoso. Sem dúvida, ele deve ter sido e sempre será um belo exemplo a ser seguido por você e por muita gente. Aceite minhas condolências e receba um abraço fraterno, extensivo a sua família. Desculpe-me enviar minha mensagem por esta via transversa, mas é falta de domínio do computador. Só entendo de Word e olhe lá. Mas confio no emissário que escolhi e gostaria de ver a minha manifestação editada no seu blog. Isto me dará orgulho, pois admiro sua coragem em manifestar suas opiniões. Não deixe jamais de fazer isto! Este é o caminho para mudar a PM. Abraços.

25/01/2007

Emir Larangeira

Wanderby disse...

Sr TC Larangeira
Suas palavras soaram familiares, já que meu pai havia falado comigo, em mais de um momento, acerca da apuração, das pressões sofridas e da conduta por ele adotada.
Para mim e meu irmão (Cap PM) têm sido muito complicado "retomar" a profissão, já que perdemos mais do que um pai; perdemos nosso modelo profissional, nosso "protetor", nosso confidente e nosso conselheiro.
Perdemos alguém com quem, na véspera de sua partida, lutando desesperadamente por sua vida, ainda falávamos sobre nossa profissão e sobre os destinos da Corporação.
Desde criança, aprendi a observar e, mais tarde, a copiar algumas das condutas do Cap, Maj ... Wander... e a vibrar com suas promoções.
Por vezes, tenho vontade de pegar o telefone e preocupar meu velho pai contando minhas aventuras profissionais, minhas "brigas", minhas tomadas de posição...
Mas agora não posso mais... ele se foi.
Ser PM sem meu pai perdeu a graça.
Ele não era apenas um pai, mas meu pai Cel, a quem tinha grande prazer em destinar, orgulhoso, minha continência.
Muito obrigado

Anônimo disse...

MAJ WANDERBY,
GOSTARIA QUE FOSSE VEICULADO EM SEU CONCEITUADO BLOG QUE O ENDEREÇO ELETRÔNICO DO BLOG "O ALVO DA CHIBATA" MUDOU PARA:
WWW.OALVODACHIBATA.BLOGSPOT.COM

APROVEITO PARA RENOVAR OS PROTESTOS DE ELEVADA ESTIMA E CONSIDERAÇÃO.

posted by o feto

wallace barbosa disse...

Apesar de não lhe conhecer pessoalmente venho prestar minha solidariedade neste momento triste, pedindo a "Deus" que abençoe vc e sua família para superar tal perda. Acompanho seus comentários inteligentes já há algum tempo e posso lhe dizer que seu Pai sentia muito orgulho de Vc,vida que segue! continue a sua trajetória vitoriosa e seja feliz.