15/01/09

A Constituição do Brasil vige (de fato) no RJ?

Os Coronéis da PM Ronaldo Antonio de Menezes e Gilson Pitta Lopes integraram o denominado "Grupo dos Barbonos", responsável pelo endereçamento de pauta de 12 reivindicações de natureza institucional ao governo do RJ, cujo teor foi ratificado por mais de quarenta Coronéis da ativa da Corporação.

Ambos foram responsáveis também pelo repúdio ao primeiro anúncio de reajuste salarial feito pelo governo do RJ,

cujo teor foi contrário à palavra empenhada e às expectativas geradas pelo próprio Sr Sérgio Cabral no curso das negociações e de reunião datada de 13/08/2007 (da qual participei).
.
A partir de então, atos cívicos foram concebidos, votados e organizados com a participação de diversos oficiais da Corporação, dentre os quais os dois primeiros, além de diversos outros que, paradoxalmente (ou não), viriam a obter mais à frente promoções, condecorações, gratificações e/ou colocações de destaque.





Em 07/06/08, após a realização (ou não) da "faxina" prometida pelo delegado de polícia José Mariano Benincá Beltrame, um excelente texto de autoria do Cel Menezes intitulado "A perversidade do bico e a privatização da segurança pública" foi publicado neste e em outros blogs.

"A falta de investimento na profissionalização do Policial tem uma ação perversa em desfavor do agente de segurança pública e da sociedade em geral, pois, ao sentir-se desvalorizado, seja financeira, institucional ou moralmente, e descobrir que, executando atividades paralelas, obterá melhor remuneração, o homem perde o vínculo com o público e prioriza o privado." (trecho do texto do Cel Menezes).
.
Após quase trinta e cinco anos de serviço, o Cel Ronaldo Antonio de Menezes acaba de receber a primeira punição de sua carreira militar.
.
O Cel Ronaldo Antonio de Menezes foi punido pelo Cel Gilson Pitta Lopes em razão do texto acima citado e terá sua liberdade cerceada.
.
O Cel PM Ronaldo Antonio de Menezes...


foi para a "geladeira" da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.
.
O Cel PM Gilson Pitta Lopes...


assumiu o cargo de Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

28 comentários:

Anônimo disse...

223% é a resposta para todas as nossas dúvidas!

Anônimo disse...

A punição imposta por Pitta ao digno CEL MENEZES representa o martírio do segundo contra a desonra do primeiro.

Se os personagens tivessem invertidas as funções, o Pitta seria punido?

Este método simples de resolução de problemas pode responder a questão.

Luiz Alexandre disse...

Caramba. Voltamos aos anos de chumbo? Voltou a valer o A.I.5?? Isso não vai acabar, não???

Não adianta, que CÁLICE (cale-se) de Chico Buarque, nunca mais.

Eles têm que entender isso!!!

Anônimo disse...

Policial Militar do Rio de Janeiro recebe um salário 80% menor do que deveria receber!!
Salários deveriam estar entre R$ 5.000 (cinco mil reais) e R$ 15.000 (quinze mil reais).

O SALÁRIO DO PM TEM QUE SER COMPATÍVEL COM O RISCO, A RESPONSABILIDADE E A IMPORTÂNCIA DA FUNÇÃO.
Salário inicial do Soldado Policial Militar não pode ser inferior ao do Oficial de Justiça (mero "office boy" do Juiz)!

Anônimo disse...

Wanderby, você está SOZINHO. Quem vem aqui e finge apoio ou te dá tapinhas no ombro omite seu nome e, na hora da onça beber água, te dará as costas ou se esconderá.

Você queimou sua carreira, você afastou a muitos do seu lado, e você pensa ter alguns amigos, mas está ilhado.

A cada dia que passa perceberá mais e mais sua solidão, pois as pessoas não querem quem as lidere em uma luta. Querem quem faça tudo sozinho por elas, para que não tenham que se mexer nem se expor. Assim será. Você servirá de judas. Você pagará o pato e o pior: terá sido tudo em vão.

Infelizmente nossa carreira não lhe dará tempo de amadurecer para ver o que te digo antes de se ver queimado e sem perspectivas.

Conselho de alguém que sabe o que diz: não vale a pena lutar e se queimar por essa casa. Você virou carvão e ainda cuspirão em suas cinzas...

Triste mas verdadeiro.

Anônimo disse...

Caro Major,
Pode até parecer que alguns anônimos ¨não botem a Cara para bater¨, mas saiba o senhor que tudo o que as novas gerações de oficiais veem e aprendem (erros e acertos) serão colocadas em prática num futuro melhor para a corporação. Quando Coronéis sem honra e sem ombridade largaram posicionamentos tomados em busca de interesses pessoais. Não teremos nenhuma ¨bomba¨, nem Governador nenhum vai ficar ¨tremendo¨, mas rumos melhores serão tomados pela dignidade da Polícia Militar e de toda a sociedade do Estado do Rio de Janeiro.
Asp 2005.

Anônimo disse...

Quem fala em desonra não conhece o Cel Pitta. Pois não há na PMERJ oficial mais honesto e honrado.
A luta do comando é pelo fortalecimento da instituição. Pois devido a vaidade e ao egocentrismo de alguns a PMERJ perdeu muita força no cenário da segurança pública.

Dentre algumas medidas:

1 - Expsulsão e punição de praças e OFICIAS corruptos;

2 - Modelo de policiamento comunitário padrão para o Brasil;

3 - Luta silenciosa para o terceiro aumento salarial;

4 - Qualificação da tropa através do item 3 e de cursos, tais quais, FGV e maior rigor na DEI;

5 - Maior tempo de mídia positiva de todos os comandos. A PM obteve boas matérias e várias primeiras-capas (CDD, Dona Marta, etc...)

6 - Legitimação do quadro de acesso. Força para instituição e não para os políticos. Hoje o que sair no quadro de acesso é o que será consolidado para promoção. Gostem ou não do critério, é o Cmt Geral que decide e não o governador

7 - Saneamento da cúpula, dentre os quais, chefe de EMG, a maioria dos comando intermediários (digo a maioria, pois não conheço todos), DGAL, DGF, etc. Hoje uma coisa é certa a cúpula é honesta e a tropa sabe disso;

Além de algumas medidas que serão implantadas no momento certo, tais quais: TCC, mais reaparelhamento da tropa, novo hospital, festa dos 200 anos, etc..

Enfim, dizer que este comando é desonrado, só pode ser pq vc perdeu alguma bocada é ladrão ou lunáticamente radical e utópico, conforme o Major Wanderby.

MAJOR PUBLIQUE ESTE COMENTÁRIO E VAMOS VER O QUE A TROPA ACHA, MAS SEM FILTRO.

2° TEN PM Marcus Teixeira disse...

Major! Penso que a polícia só ira ser valorizada, quando mudar seu comportamento de trabalho. Enquanto o policial ao invés de enviar uma cultura positiva para a população, ele ínvia cultura negativa (trata o cidadão com falta de educação etc.) A policia será vista como um grupo de incultos e incompetentes, que só sabe criar insatisfação na sociedade. Se fossemos órgão privado já teríamos aberto falência, tamanha a insatisfação com o nosso trabalho. Eu acredito que melhorando nosso modo de agir e com trabalho técnico, a visão social nu dará ao nosso respeito. Ai, a própria sociedade clamará por um salário digno ao policial.
Utopia – Talvez – Quem Sabe.

Anônimo disse...

Anonimo de 5:04 AM ...

... você ACREDITA mesmo nisso que escreveu ?

Até mesmo em seu item 7 ?

Ou você está de sacanagem ?

Anônimo disse...

Ao anonimo das 5:04.

NUNCA houve uma ninhada (de ratos) de comandantes de batalhao como existe hoje. Parece que destampou o inferno e todos os demonios estao tomando as ruas do rio de janeiro. Areas como 6º, 3º, 31º estão entregues a vagabundagem, com larga vantagem do 6º para os outros. O Cmt geral de fato, com sua politica de "blindar" os comandates de area fez multiplicar o virus da incompetencia nesses oficiais (se der merda na minha area, nao da nada, nao caio). O arrego, sim, esta mais centralizado.

Os eventos de 2007-2008 , de facto, foram a pá de cal na PMERJ. Creio que seremos extintos gradualmente nos proximos 6 - 8 anos. E so ver o Beltrame cheirando o rabo da GM . E so ver a PCERJ fazendo o trabalho que era tipico de nossas PATAMO. E os nossos PATAMEIROS estao trabalhando na folga para a Civil.

A atual cupula comporta-se como os patricios que ocuparam primeiro estas terras brasileiras. Saqueiam como pode, querem enriquecer o maximo no menor tempo possivel. Por que? Porque estamos acabando, meus caros, breve seremos extintos.

Anônimo disse...

O Cmt Geral deve ter menos bens que muito sargento ladrão o chefe do EMG deve ter menos bens que vc.
Não fala besteira. Vc deve ter perdido a boca.
Vai falar que o cmt Gerla i Chfe do EMG não são os mais honestos dos últimos tempos.
Quanto aos comandantes de btl não vou discutir, mas se tirarmos estas, o que vc vai propor? Praça comandar btl. Vcs não se dão o respeito, não absorvem os valores da instituição, pois ficam alardeando as coisas como massa de manobra.
Por falar nisso, qualquer pessoas minimamente esclarecida, ver que nestes últimos meses a PMERJ está lutando para recuperar o espaço perdido para PCERJ. Mas vc ou deve ser um praça ingrato ou oficial que perdeu a bocada.

Luiz Alexandre disse...

Bem... Sobre o comentário do corajoso anônimo que disse que o senhor "está sozinho", acho que "antes só do que mal acompanhado".

Além disso, eu e o senhor já somos dois, portanto, não estamos sozinhos...

Anônimo disse...

ao anonimo das 4.21.

REALMENTE o CH do EMG nao precisa ter bens. COME , DORME e tem suas despesas PESSOAIS pagas pela AjG, morando POR CONTA DO ERARIO numa confortavel casa na Tijuca. Ai amigo... Ate eu nao preciso de BENS. Quanto ao CMT G, ate investigado por ligações com o jogo do bicho ja foi e é parente do renomado politico CELSO PITTA, que dispensa comentarios.

A atual cupula da segurança esta conseguindo desmentir todos os estudos em Segurança Publica, pois, nos ultimos anos de crescimento economico, renda e emprego, aumentaram substantivamente os indices de criminalidade. A novidade agora é o CRACK que esta tomando nossas favelas de vez.

Quanto aos comandantes de batalhao. Nao quero citar nomes, senao vc dirá que sou assecla de alguns coroneis. Mas temos TC honrados e competentes na geladeira, sim, que fariam trabalhos melhores do que os que ai estao.


E eu nao perdi bocada nenhuma porque nunca tive e NEM QUERO nada deste tipo. Eu me ofendo com a safadeza, corrupcao e incompetencia que instaurou-se na PMERJ. Voce que parece que DEFENDE a sua bocada com unhas e dentes, atentando contra a inteligencia dos leitores deste BLOG.

Anônimo disse...

Certa feita, numa solenidade recente, vem cumprimentar o governador um Coronel da PM cheio daquelas "medalhas" compradas no peito. Ele presta sua continencia e vai embora. Sergio Cabral, num comentario nitidamente depreciativo diz a um assessor:

"-Esses coroneis da PM parecem GENERAIS AFRICANOS."

Alem de racista, o nosso governador demonstra o apreço que tem aos nossos comandantes que insistem a lhe CHEIRAR O RABO. Bem feito pra eles.

Anônimo disse...

Bem feito, MESMO. Chamar de general africano qualquer Cel PM é admitir a si a posição de quê, senão a de outro africano tribal e tirano. Afinal, há quem pense que o tal cabral ou qualquer outro governador é o ''Comandante Supremo'' HAHAHA de cada uma das PMs Estaduais.

E todos os PMs do Rio pensam que assim é, e desprezam seu berço que é o Exército brasileiro.

Bem feito que o Exército também não quer nada com a Hora do Brasil no Rio, mas nunca nos esqueçamos :

É CRIMINOSO O NÚMERO DE MORTES DE PMs EM SERVIÇO OU FORA DELE.

É CRIMONOSO O NÚMERO DE PMs CONTAMINADOS PELAS MILÍCIAS.

Nunca, nunca, jamais li análise aberta em qualquer sítio da blogsfera policial no Rio que admita ter sido a intervenção DESASTROSA, DESPREPARADA e DÉBIL MENTAL do governo sobre a PM como a consequencia cabal da remota possibilidade de ter havido uma PARALISAÇÃO.

Aí, meus caros, aí sim teria vindo o Exército em intervenção federal legítima, durante no máximo dois meses, sabemos, PORÉM, o dano ao tal cabral teria sido totalmente IRREVERSÍVEL.

Por que então nós não paramos ?

Pra dar moral ao inimigo ?

Ou seria nosso inimigo o EB ?

Aquele movimento restou circunscrito à Oficialidade. Porque se de fato tivesse conquistado corações e mentes na Tropa, cabral teria suplicado pela operação padrão. Cabral teria preferido qualquer coisa à vinda do Exército.

Apenas a PM tem o poder de PROVOCAR uma intervenção federal.

Apenas a intervenção federal derruba a marra desse Cabral.

Conclusão ?

A PM aceitou dar-se um tiro no próprio pé, A TROCO DE QUÊ ? Salário ?

Pois se apenas dúzia e meia faturaram 223% e apenas nas gratificações, enquanto o tempo todo esteve ao alcance da mão a possibilidade de reformulação profunda QUE ESTANCASSE tanta morte, se não ganhamos aumento nos salários, comemos ême de graça ?

Burros.

Anônimo disse...

Cap. Luiz Alexandre, por mim esse maj Wanderby pode ser enterrado que não acenderei uma só vela por ele.

Lamento que o senhor, a quem aprendi a respeitar, apóie esse desequilibrado. Apenas perde os pontos que talvez tenha conquistado com muitos por conta disso !

Anônimo disse...

Comentário das 5:04 = tentativa do próprio maj wanderby para ver se faz com que sintam pena dele mesmo, para ver se atrai tolos para reduzir seu isolamento, provocado por seus próprios excessos e verborragia inconsequente.

Parece que apenas o cap. Luiz Alexandre caiu de bobo nessa ! "Tolinho".

Anônimo disse...

Ô Anônimo das 12:24 PM ... desequilibrado é quem defenda a segurança DO PÚBLICO, correndo risco certo contra a própria segurança ?

Ora, o Major faz exatamente como fazem os PMs : corre o risco, na forma BESTA do altruísmo, dedicado a quem NÃO LHE RECONHECE o esforço. Também no 0800 e, note, os riscos pessoais são bem altos contra o Major.

Ou você, Anônimo das 12:24 PM, nunca trocou um tiro na defesa dessa sociedade ingrata e mal agradecida ? Então ... força e Honra, meu caro. Nunca são demais : FORÇA E HONRA !.

Anônimo disse...

à anonima das 9.25

O PANÇA que era INIMIGO do EB. Alias, todos os "generais africanos" ODEIAM o EB, suas tradiçoes e sua SERIEDADE que é o que anda em falta neste momento.

Anônimo disse...

Desabafo de um professor...
a TODA sociedade.


Carta
aberta à futura Secretária de Educação do Rio de Janeiro, Cláudia
Costin por Declev Dib-Ferreira em Brasil - país dos absurdos,
Desabafo, Educação, Opinião, Política, Reflexões Prezada Claudia



Sou funcionário do município do Rio, professor de Ciências.Tenho este cargo por
mérito próprio, por passar em um concurso, há quase 5 anos - não tenho cargo por
indicação política.

Li uma matéria com uma entrevista sua nO Globo, dia 08 de novembro de 2008,
página 18.

Na ocasião, algumas frases e propostas me chamaram a atenção. Tanto pela
inocência quanto pela maldade das mesmas.

Gostaria de, mui respeitosamente, discutir alguns pontos. Vejamos…



1- Você diz que pretende "investir na qualificação de professores,
que poderão ganhar computadores portáteis".

Eu agradeço muito o computador, porque estou
precisando, pois o meu pifou. Mas isso, sinceramente, não creio que seja
investir na qualificação do professor. Já tive a oportunidade de escrever sobre
isso por aqui, quando da mesma compra pelo Estado.

Tenho um amigo que ficará com 5 computadores portáteis em
casa e não sabe o que fazer com tantos. Ele e a esposa são professores, ambos
do Estado e da prefeitura do Rio. Já tinham um, ambos ganharam do estado e
ambos ganharão da prefeitura.

Professores, cara futura Secretária, querem salário decente.
Com ele podem comprar seus próprios computadores. E muitos já o fizeram,
pois o preço baixou bastante. Eu mesmo ia comprar um - como eu disse, o meu
pifou - mas não vou. Estou esperando ganhar. Mas preferia um bom aumento de
salário para comprar o que eu próprio escolhesse e ainda aumentar minha
renda.





2 - Você
faz uma pergunta: "Por que uma cidade que tem tantos mestres e
doutores de qualidade não consegue fazer um Ideb compatível com os de
países desenvolvidos?".

O Demétrio Weber já respondeu, mas eu insisto em te
responder esta pergunta também. E o principal motivo é simples:
porque mesmo sendo mestres ou doutores de qualidade, temos que trabalhar
em dois, três, quatro ou mesmo em cinco lugares diferentes pra
poder somar renda e ter um salário "compatível com os de países
desenvolvidos"!!! Sem contar as condições em que trabalhamos, Secretária,
que nem de longe é "compatível com os de países desenvolvidos".

A pergunta seria ao contrário: "por que não
tratamos como os países desenvolvidos os nossos tantos mestres
e doutores de qualidade?".



3 - Por fim, sua maior pérola, a frase "Quando um aluno é reprovado,
é sinal que o professor falhou".

Fico muito, muito, muito apreensivo que uma pessoa que
tenha este pensamento venha a coordenar a maior rede municipal da
América Latina.

Pra facilitar o entendimento da minha lógica - que pode ser
muito profunda pra quem nunca entrou numa sala de aula do ensino fundamental
de uma escola encravada numa favela - farei um paralelo com o
médico. Imaginemos uma pessoa que desde que nasce não tem cuidados
médicos, não se cuida, não faz exercícios, não se alimenta direito,
bebe, fuma, é sedentário, estressado etc. Essa pessoa passa mal e vai ao
médico. O médico receita remédios e faz uma série de recomendações dizendo
que, se não seguir, ele pode morrer. O doutor marca uma nova consulta
para daqui a alguns meses, para verificar o seu progresso.

A pessoa não fez nada do que o médico receitou e ainda
faltou à consulta. Passa mal de novo e vai ao médico. O doutor dá uma
bronca, faz as mesmas recomendações, passa as receitas novamente,
marca uma nova consulta. O paciente, mais uma vez (ou muitas vezes), não
faz o que o médico manda e morre.


O médico falhou? Pela sua lógica, "quando um paciente morre, é sinal
que o médico falhou". Oras… garanto que neste caso a senhora achará
que o culpado é o paciente, já que o médico fez de tudo para salvá-lo…

Será que o professor também não o faz? Mas vamos
examinar o nosso caso. Por partes e desde o início.



a) quando
a criança foi concebida, quem falhou foram os pais, que souberam gozar,
mas não evitar a gravidez;



b) quando
a moça estava grávida falharam ela, o pai, a família e o Estado
(assistência social, hospitais), que não deram a ela e ao feto um
pré-natal decente - ou mesmo nenhum pré-natal;



c) quando
ele nasceu e era um bebê cheio de necessidades falharam os pais que
colocaram no mundo uma criança sem ter condições mínimas de criá-lo e
falhou o Estado (segurança alimentar) em não dar a ele o que
necessitava para seu pleno desenvolvimento;



d) quando
ele era uma criança falhou o Estado mais uma vez por não oferecer a ele a
pré-escola, tão importante no desenvolvimento intelectual e psicomotor
nesta idade. Não obstante este ser um direito garantido
pela Constituição Federal: Art. 208. O dever do Estado com a educação
será efetivado mediante a garantia de:

IV - atendimento em creche e
pré-escola às crianças de zero a seis anos de idade;



e) nesta
mesma idade e até tornar-se o adolescente ao qual a senhora se refere -
aluno do fundamental - falham o Estado, as polícias, os bandidos, os "filhinhos
de papai", os atores da Globo, os artistas e todos aqueles que usam
drogas, ao condená-lo a viver em um local extremamente violento, com
disputas entre facções rivais, com invasões desumanas de policiais em suas
casas e um cotidiano de estatísticas piores que de guerras;



f) quanto
à sua moradia, falham os políticos "filhos da puta", o Estado (habitação),
o empresários, os especuladores, por fazê-lo viver em submoradia, sem o
mínimo de conforto, sem espaço para ele, com uma densidade
demográfica japonesa dentro de sua casa;



g) falham
os publicitários que mentem para que ele não seja ninguém se não tiver o
que ele não pode ter;



h) falham
as emissoras de televisão ao entrarem diariamente em contato com ele
com imbecilidades
que não ajudam em nada seu intelecto;



i) falham
os empresários de ônibus que o restringe de andar pela cidade por conta do
preço da passagem e do péssimo serviço que oferecem;



j) falham
os locais culturais que são inacessíveis a ele (inacessíveis financeiramente
ou mesmo barreira-cultural-invisivelmente);



k) falha
a sociedade como um todo que o quer longe;




l) falha
a estrutura da escola que só o tem em um pequeno período do dia,
deixando-o nas ruas no resto das 24h;



m) falha
o Corpo de Bombeiros que carrega bandidos carnavalescos desfilando em
carro aberto pelas cidades, ao mostrar que quem tem valor é quem tem
dinheiro, não importa de onde vem;



n) falham
os jornais de grande circulação que estampam nas primeiras páginas,
praticamente todos os dias, as fotos e
colunas de fofocas de traficantes e outros bandidos – inclusive tenho um O
Dia que tem a primeira capa toda falando do casamento de um traficante -
glorificando quem é bandido, mostrando a ele que esse é o caminho;



o) falha
o Conselho Tutelar ao superproteger mesmo quando fazem merda, nada fazendo
e não mostrando que além de direitos também tem obrigações;



p) falham
as editoras de revistas que só colocam a preço de quase nada as revistas
mais imbecis que existem, com fofocas e coisas do gênero;



Enfim, apesar de a Constituição prever que "A educação, direito
de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada
com a colaboração da sociedade" (Art. 205), a senhora vem me dizer que
"quando um aluno é reprovado, é sinal que o médico professor
falhou"?

Francamente. É justamente o professor que está lá dentro, cara futura
secretária de educação, com o aluno, diariamente, tentando fazer com
que ele estude, com que ele dê valor ao estudo, com que ele aprenda!

Veja pelos exemplos abecedários que dei em cima, que o professor
é praticamente o único que quer que ele seja alguém pela educação; o
professor que dá valor ao estudo; o professor que luta contra toda a merda que
a sociedade faz com ele desde antes dele nascer, para que ele se salve.



Veja,
prezada futura, o que diz a Constituição Federal:





>
CAPÍTULO II - DOS DIREITOS SOCIAIS: Art.
6º. São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança,
a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos
desamparados,na forma desta Constituição.





Quais
destes direitos o Estado - do qual você tem íntima relação, a ver pelos cargos
que já ocupou - oferece ao aluno - e com qualidade? Quase nenhum, né?





E você
vem me dizer que é o professor que falha, como se só o que fazemos em sala
de aula é o que conta, é o que faz um aluno ter sucesso ou não???

Francamente.



Assinado:

Um professor mestre doutorando que tem diversos empregos e mesmo assim luta
para que seus alunos possam superar toda a merda que a sociedade faz com
eles para que possam ser alguém na vida e que, justamente por se
sentir incapaz de fazer isso com o que o Estado lhe oferece, não acredita
em reprovação.

Anônimo disse...

SALÁRIOS DIGNOS PARA A "PMERJ" JÁ!!



Salário Mínimo Necessário (referente ao mês de DEZEMBRO DE 2008): R$ 2.141,08 (dois mil, cento e quarenta e um reais e oito centavos).

http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminjan09.xml
(DIEESE, Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Amparo legal: Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 7º, inciso IV.



O soldo do soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar não pode ser inferior ao salário mínimo!

Amparo legal: Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 7º, inciso VII c/c Constituição do Estado do Rio de Janeiro, artigo 92, inciso I.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 6:17 hrs.
Procure se informar, vc deve ser dos ladrões que foram expulsos.
Para falar o devaneio que falou...

Parente do Celso Pitta e quanto a outra situação (bicho) se informa, pq naquela época havia sim Pitta, só que capitão.

Não fala besteira!!! Esta desesperado com essas desinformações!!!

Acorda a PM será outra depois do Cel Pitta. Ruas para os anarquistas e corruptos.

O CMT Geral não vai abaixar a cabeça nem se intimidar.

Anônimo disse...

Ao anonimo das 5:49 AM

Simplesmente nao acredito que um sujeito entra num blog como este, lido por pessoas com senso critico, e tenta empurrar pela garganta da gente que a PMERJ esta melhorando com a atual administracao. Vc falou que eu estava errado quanto ao zoologico, mas e quanto ao CHEMG? E as despesas pessoais pagas pelo ERARIO? Isso e moral? Depois reclama quando resolveram acabar com o rancho, escoadouro de dinheiro publico sem justificativa.

E se Pitta e david sao tao honestos, porque mantem comandantes tao esdruxulos? Falta de homens competentes nao é. E o apanhador do David que foi parar num batalhao do centro? Isso e ilusao de otica?

Meu querido, dou o meu braço a torcer. Voce so pode estar tirando um sarro da nossa cara. Alias, ponham na cadeia primeiro os maquineiros, o pessoal do caixa eletronico, os galaticos, enfim, ponham na rua quem merece antes de atacar quem vc considera "anarquista": que é aquele que nao e IDIOTA de engolir essa safadeza que esta instalada, alias, o judiciario ja pensa assim: "tanto ladrao na PM e querem expulsar por causa de blog".


Se o seu chefe, Cel Pitta e tao probo e honesto e conta com total aprovaçao, um bom desafio pra ele seria uma reuniao com a tropa. Face a face, olho no olho. Ah esqueci. Ele pode ouvir o que esta estampado em sua testa: TRAIDOR.

Tenho dito

Anônimo disse...

VEJAM COMO ANDAM AS COISAS NA PMERJ,DEPOIS DIZEM QUE FALTA POLICIAMENTO,É TUDO MENTIRA LEIAM,ABSURDO.
O vaivém dos PMs na Prefeitura
Passadas as eleições municipais, começou o vaivém de policiais militares em órgãos da Prefeitura do Rio, No boletim da PM onde consta o decreto que extinguiu o Batalhão Ferroviário da PM estão relacionados os nomes de 46 policiais que estavam à disposição da Coordenaria Militar e que foram chamados de volta à PMERJ. Eles são substituídos por 47, que ficarão lotados na Coordenadoria Militar.

Ainda para a Prefeitura do Rio são colocados à disposição mais 32 servidores públicos da PMERJ:

11 para o gabinete do Secretário Especial da Ordem Pública, Rodrigo Bethlem;
5 para a Superintendência da Guarda Municipal;
7 para a Subsecretaria de Operações (chefiada pelo delegado Carlos Alberto Oliveira);
3 para a Guarda Municipal;
6 para a Coordenadoria de Fiscalização de Transportes;


Outras prefeituras do Estado também foram contempladas com a cessão de PMs (na de Volta Redonda, de acordo com o boletim, o comandante da Guarda Municipal será um capitão e o sub, um major). E até o longínquo estado do Acre vai receber um policial militar da Rio.


Confira aqui a relação completa:

Aj G - Bol da PM nº 008 - 14 JAN 2009

9. ATOS DO PODER EXECUTIVO

DECRETO Nº 41.631 DE 13 DE JANEIRO DE 2009
DISPÕE SOBRE A EXTINÇÃO DO BATALHÃO FERROVIÁRIO DA POLICIA MILITAR
DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições
legais, e tendo em vista o que consta do Processo nº E-09/002/2500/2009,

DECRETA:
Art. 1º - Fica extinto, na estrutura operacional da Policia Militar do Estado do Rio de
Janeiro - PMERJ, da Secretaria de Estado de Segurança, o Batalhão Ferroviário da
Policia Militar (BPFer).
Art. 2º - Caberá ao Comandante Geral da Polícia Militar expedir os atos necessários
visando atender ao disposto no caput do art. 1º deste Decreto, de forma que o serviço
executado pela PMERJ não sofra solução de continuidade.
Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, ficando revogado o
Decreto nº 22.538, de 27 de setembro de 1996.

Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 2009
SÉRGIO CABRAL


Secretaria de Estado da Casa Civil

Proc. nº E-12/106/2009 - RETORNO os servidores estaduais da PMERJ, à disposição
da Prefeitura do Rio de Janeiro/Coordenadoria Militar.
Cel PM Edmilson de Abreu, RG nº 34.680
Cel PM Ronaldo dos Santos Guimarães, RG nº 34.705
Ten. Cel PM Marcos Antonio Amaro, RG nº 36.164
Ten. Cel PM Nilton Alves Braga, RG nº 36.154
Major PM Victor de Souza Yunes, RG nº 50.916
Major PM Anderson de Souza Maciel, RG nº 52.804
Major PM Edison Duarte dos Santos Junior, RG nº 53.592
Major PM Joseli Cândido da Silva, RG nº 53.567
Major PM Robson Marcelo Vaz de Nunes Rodrigues, RG nº 53.584
Major PM Carlos Eduardo Sarmento da Costa, RG nº 54.638
Major PM Antonio Jorge Goulart de Matos, RG nº 55.565
Major PM Elmo Barbosa Moreira, RG nº 38.528
2º Ten PM Jefet Apolo Laet Moutinho, RG nº 32.719
2º Ten PM Alda Regina Cianci Antunes, RG nº 36.346
2º Ten PM Sérgio Roberto Escóssia Campos, RG nº 42.563
Subtenente PM Ronaldo Vieira Martins, RG nº 38.336
Subtenente PM Rafael Paiva de Mello, RG nº 36.431
Subtenente PM Carlos Alberto Braga Pernas, RG nº 36.901
Subtenente PM José Carlos de Jesus, RG nº 31.533
Subtenente PM José Antonio Dias da Silva, RG nº 48.148
Subtenente PM Ebenezer Bezerra da Silva, RG nº 50.057
1º Sgt. PM Ademir Orcelino dos Santos, RG nº 44.874
1º Sgt. PM Jonas da Silva Chaves, RG nº 36.456
1º Sgt. PM Milton Sinfrônio, RG nº 42.545


Aj G - Bol da PM n.º 008 - 14 JAN 2009

1º Sgt. PM Luiz Otávio Gomes, RG nº 36.098
1º Sgt. PM Augusto Dias Pereira da Silva Neto, RG nº 42.615
1º Sgt. PM Jorge Franco Conti, RG nº 35.381
2º Sgt. PM Janyr Faria Salgado, RG nº 43.779
2º Sgt. PM Adnéa Trubat Santos, RG nº 41006
2º Sgt. PM Jamilton Martins da Conceição, RG nº 50.040
2º Sgt. PM Henrique Pereira da Silva, RG nº 34.911
2º Sgt. PM Carlos Henrique Alves de Lima, RG nº 39.617
2º Sgt. PM Natan Cruz da Silva, RG nº 41.939
2º Sgt. PM Álvaro da Silva Cunha, RG nº 47.003
2º Sgt. PM Edson Saldanha Júnior, RG nº 47.546
3º Sgt. PM Cláudio Souza Coelho, RG nº 51.924
3º Sgt. PM Anderson de Souza, RG nº 48.206
3º Sgt. PM Eduardo Melquíades da Silva, RG nº 50.656
3º Sgt. PM Márcio Motta Melo, RG nº 53.877
CB PM Fábio Fagundes Ribeiro, RG nº 56.746
CB PM Alex Pereira Amaro, RG nº 57.417
CB PM Vicente de Paula Rocha Lima Junior, RG nº 59.538
CB PM Alexandre Barbosa Caldas, RG nº 62.195
CB PM Renato Bispo Pedro, RG nº 61.495
SD PM Jesse Jane Gonçalves Costa, RG nº 64.866
SD PM Alexandre Affonso de Carvalho, RG nº 71.185

Proc. nº E-12/105/2009 - AUTORIZO à disposição dos servidores estaduais
da PMERJ, para a Prefeitura do Rio de Janeiro/Coordenadoria
Especial Militar
Ten. Cel PM Luis Cláudio Laviano, RG nº 50.941
Major PM Fábio Gonçalves de Carvalho, RG nº 50.906
Major PM João Carlos Pereira de Oliveira, RG nº 50.918
Major PM Luiz Sérgio Dias Esteves, RG nº 50.915
Major PM Antonio José Moreira Pinto , RG nº 53.575
Major PM Alexandra Ferraz de Oliveira, RG nº 54.648
Major PM Marcelo André Teixeira da Silva, RG nº 55.579
Major PM Cristiano Lima Ferreira, RG nº 55.563
Major PM Orci Carlos Lobo Moraes, RG nº 56.128
Major PM Leonardo de Miranda Queiroz, RG nº 56.459
Major PM Renato de Assis Ferreira , RG nº 56.479
Major PM Luiz Carlos Segala de Menezes Junior, RG nº 56.481
Capitão PM José Clayton Bispo Silva, RG nº 56.483
1º Ten PM Leandro Matielli Gonçalves, RG nº 77.544
2º Sgt. PM Marcos Fernandes Ferreira Cabral, RG nº 45.398
2º Sgt. PM Washington de Almeida Dantas, RG nº 52.423
3º Sgt. PM Márcia Furtado de Castro, RG nº 54.120
3º Sgt. PM André Luiz Simões Pereira, RG nº 54.382
3º Sgt. PM Paulo Roberto Paschoal Venturini, RG nº 54.916
3º Sgt. PM Jorge Denis Rodrigues Barros, RG nº 56.664
Cabo PM Dayveson de Souza Pereira, RG nº 57.590
Cabo PM Luiz Batista Góis Junior, RG nº 59.127
Cabo PM Alexandre da Rosa Cordeiro, RG nº 59.712
Cabo PM Ivan da Silva Rosa Júnior, RG nº 60.233
Cabo PM Deilson Santiago Rodrigues, RG 62.352


Aj G - Bol da PM n.º 008 - 14 JAN 2009

Cabo PM Marcos André Maia Fagundes, RG 64.126
Cabo PM André Luiz Cassiano, RG nº 66.258
Cabo PM Wellington Rocha da Conceição RG 68.057
Cabo PM Eduardo Soares de Souza, RG 69.194
Cabo PM Jorge Cláudio Nazareno Rivelo, RG 69.324
Cabo PM Luciano da Rocha Lopes , RG 77.758
Soldado PM Alexandre Bisogni Rodrigues , RG 71.116
Soldado PM Alexander Fernandes Teixeira, RG 71.264
Soldado PM Luciano Nepomuceno Bento, RG 71.845
Soldado PM Mauricio Batista Tavares, RG 73.308
Soldado PM Sergio Soares Kely, RG 73.321
Soldado PM José Aníbal Chaves Costa, RG 73.663
Soldado PM André Luiz da Costa, RG 73.719
Soldado PM Andrews Marcio Carvalho de Jesus, RG 73.747
Soldado PM Gilberto Dias da Silva Sobrinho, RG 73.894
Soldado PM Sergio Eduardo Gentil, RG 73.926
Soldado PM Rômulo Luiz Dacinger Ferreira, RG 75.953
Soldado PM Marcos Vinínius Neiva Lima, RG 77.494
Soldado PM Rodrigues de Souza Vidalete, RG 78.148
Soldado PM Fabio de Souza Dantas, RG 80.275
Soldado Pm Robson Gomes Santos, RG 81.714
Soldado PM Fabiano F. Rodrigues, RG 84.243
Proc. nº E-12/112/2009 - AUTORIZO à disposição dos servidores estaduais da
PMERJ, Major PM Leonardo de Almeida Maia, RG 56.135, para exercer o cargo de
Comandante da Guarda Municipal de Teresópolis e o Capitão PM Jefté Apolo Laet
Moutinho, RG 32.719, para a Prefeitura Municipal de Teresópolis.

Proc. nº E-12/109/2009 - AUTORIZO à disposição dos servidores estaduais da
PMERJ, Capitão PM Luiz Henrique Monteiro Barbosa, RG 56.473, para exercer o
cargo de Comandante da Guarda Municipal de Volta Redonda e o Major PM Rodrigo
Ibiapina Chiaradia, RG 54.589 para o cargo de Subcomandante da Guarda Municipal
de Volta Redonda.

Proc. nº E-09/150/2500/2008 - AUTORIZO à disposição do servidor estadual da
PMERJ, 1º Ten PM PM Heron Corel de Oliveira, RG 76.906, acompanhar cônjuge,
para a Polícia Militar do Estado do
Acre.

Proc. nº E-OF/11/2009 - AUTORIZO à disposição dos servidores estaduais da
PMERJ, para a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro/ Gabinete do Secretário Especial
da Ordem Pública.

Major PM Cláudio dos Santos, RG 49.252
2º Sgt. PM Luiz Eduardo da Costa, RG 47.284
2º Sgt. PM Luiz Carlos Resende do Rosário, RG 40.333
Cabo PM Alessandro Custódio Sinfonio, RG 70.759
Cabo PM Heitor José Leite, RG 57.252
1º Sgt. PM Celso de Alcântara Barbosa, RG 41.781
Soldado PM Adriano Maia Correa, RG 77.701
Cabo PM Marcio Roberto Rezener de Andrade, RG 57.535
Soldado PM Davi Gonçalves de Melo Junior, RG 78.188

Aj G - Bol da PM n.º 008 - 14 JAN 2009

Cabo PM João Amílcar Oliveira Emidio, RG 66.571
Cabo PM Sergio Luiz Avellar de Castro, RG 69.213

Proc. nº E-09/150/2500/2008 - AUTORIZO à disposição dos servidores estaduais da
PMERJ, para a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro/ Superintendência da Guarda
Municipal.
2º Sgt. PM Antonio Dutra da Silva, RG 40.351
2º Sgt. PM Aparício Fernando Marcio, RG 41.023
3º Sgt. PM Wanderson Jose da Silva Pinheiro, RG 55.973
Cabo PM Cleber Simões de Azevedo, RG 70.506
Cabo PM Reinaldo Emerson dos Santos Faria, RG 70.951

Proc. nº E-09/150/2500/2008 - AUTORIZO à disposição dos servidores
estaduais da PMERJ, para a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro/ Subsecretaria de
Operações.
1º Ten. PM Geraldo Luiz de Souza Fontes, RG 45.374
Cabo PM José Francisco Oliveira da Silva, RG 69.027
2º Ten PM Romilson Gonzaga Bello, RG 36.097
2º Ten PM Luciano Vieira de Souza, RG 41.513
Cabo PM Alexandro Pereira da Silva, RG 69.550
Sub-Tenente PM Luiz Bispo dos Santos, RG 28.498
1º Sgt. PM Daniel de Souza Filho, RG 36.771

Proc. nº E-09/150/2500/2008 - AUTORIZO à disposição dos servidores
estaduais da PMERJ, para a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro/
Guarda Municipal.
Ten. Cel PM Ricardo Coutinho Pacheco, RG 36.189
Ten. Cel PM Rogério Lira da Costa, RG 34.702
Ten. Cel PM César Couto Lima, RG 34.674

Proc. nº E-09/150/2500/2008 - AUTORIZO à disposição dos servidores estaduais da
PMERJ, para a Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro/ Coordenadoria de Fiscalização
de Transportes.
Major PM Mara Gilda Rangel Nogueira, RG 53.587
Capitão PM Fabrício Cabral Casado de Barros, RG 65.086
Tenente PM Marco Antonio Lira, RG 40.868
Subtenente PM Ronaldo Alves Pereira, RG 40.683
Sgt. PM Carlos Victor Curato de Barros, RG 40.710
Sgt. PM Mário Silva dos Santos, RG 38.559

DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO
ATO DO PRESIDENTE
PORTARIA PRES-DETRAN/RJ Nº 4017
DE 12 DE JANEIRO DE 2009
ESTABELECE CALENDÁRIO DE LICENCIAMENTO
ANUAL PARA 2009.
O PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO
DO RIO DE JANEIRO - DETRAN/RJ, no uso de suas atribuições legais e considerando
os prazos limites estabelecidos no calendário de pagamento do IPVA 2009, de
acordo com o contido na Resolução SEFAZ nº 179/2008, e tendo em vista o que
consta no processo administrativo.


MEIRELES VILA IZABEL TERRA DE NOEL

Anônimo disse...

MEUS AMIGOS , SOU CIVIL E HOJE OBSERVEI QUE ESTAMOS CHOVENDO NO MOLHADO,POIS ENQUANTO A POPULAÇÃO CIVIL NÃO METER O BEDELHO JUNTO A ESTE GOVERNO, COBRANDO MELHORES SALARIOS PARA MÉDICOS, POLICIAIS, BOMBEIROS E ETC, FICAREMOS AQUI FALANDO UM MONTE DE ABOBRINHAS, TEM UMAS PESSOAS QUE NÃO SABEM DISCUTIR E VEM PARA ESTE BLOG DEFENDER O QUE ESTA ERRADO.EU ACREDITO QUE IATO SEJA COISA DA CONTRAINTELIGENCIA DA PROPIA PMERJ.POIS BEM HOJE NO FINAL DA TARDE LIGUEI PARA 190 INFORMANDO QUE NARUA BARAÃO DE MESQUITA PROXIMO AO MORRO DO ~SÃO JOÃO E MACACOS (ANTIGO JARDIM ZOOLOGICO) SE ENCONTRAVAM DOSI CARROS ABANDONADOS E QUE PARECIAM TER SIDO ROUBADOS, POIS ESTAVAM COM AS PORTAS ABERTAS E VIDROS ABERTOS.QUANDO FUI ATENDIDO ESCUTEI UM MONTE DE BOBEIRAS E EM SEGUIDA PASSEI AS INFORMAÇÕES MAS ACHO QUE A PESSOA QUE ESTAVA ATENDENDO ME PARECIA SER DE OUTRO PLANETA OU ESTADO POIS QUERIA SABER SE A RUA BARAÃO DE MESQUITA FICAVA NO CENTROI DA CIDADE, MAS UMA VEZ TIVE A PACIENCIA D INFORMAR A JOVEM QUE ESTA RUA FAZ DIVISA COM O 6º E 3º BPM, MAS MESMO ASSIM QUERIA SABER SE ESTA RUA FICAVA NO CENTRO DEPOIS DE TER INFORMADO QUE FICAVA NO ENGENHO NOVO,VALA ME DEUS ESTAMOS PERDIDOS.SE VC LIGA PARA 190 E É INTERROGADO ,ESTAMOS FRITOS

MEIRELES DE VILA IZABEL TERRA DE NOEL

Anônimo disse...

Anônimo MEIRELES DE VILA IZABEL TERRA DE NOEL, de ontem às 8:59 PM

É isso aí.

Tanto não aceitarmos o que está errado - como por exemplo TAMBÉM o péssimo 190; quanto a população civil assumir com responsabilidade a cobrança pra cima desse DESgoverno etc..

Anônimo disse...

QUESTÃO SALARIAL

O SOLDO DOS MILITARES (PM/BM) NÃO PODE SER INFERIOR AO SALÁRIO MÍNIMO! O inciso I do artigo 92 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro GARANTE, AOS SERVIDORES MILITARES, SALÁRIO NUNCA INFERIOR AO MÍNIMO!

OBS: SOLDO SIGNIFICA SALÁRIO.

De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa, o SOLDO é a parte fixa dos vencimentos dos militares, ou seja, é o SALÁRIO dos mesmos. A palavra SOLDO significa REMUNERAÇÃO por serviços militares.

O Soldo militar abaixo do salário mínimo é uma inconstitucionalidade (violação a direito líquido e certo do militar)!

Anônimo disse...

A PM do Rio já é um caso para a Justiça FEDERAL há muitos anos.

Tanto no insuportável quantitativo de mortos e de feridos, quanto o assunto das remunerações, salários, O SOLDO.

São ofensas FEDERAIS.