24/01/2008

DÉJÀ VU. Irmanados com a AME/RJ, retomando o caminho traçado!

Militares estaduais (oficiais e praças, ativos e inativos), pensionistas e familiares, compareçam!
Juntem-se à luta por respeito e salários dignos.
As "armas" da legalidade permanecem ao alcance de nossa vontade e mobilização.

8 comentários:

Anônimo disse...

Senhores todos no Leblon às 10:oo h neste domingo manifeste sua indignação em frente a casa do governador.


JUNTOS SOMOS FORTES!!!

turma 76 disse...

Os "300 de Sparta" mostrarão que não se reuniram em vão.
Dia 27/01 seremos mais de 5.000 JUNTOS e FORTES!


Turma 76

Raphael disse...

Major, parte da sociedade civil está acompanhando a luta da PM e disposta a fazer número na marcha do dia 27/01. Vamos assustar o "governador" com o apoio popular.

Essa luta também é nossa. Chega dessa política de segurança falida. Eu estarei lá.

PS: Como morador de Niteroi, é uma honra saber que o senhor está trabalhando no 12o.

Anônimo disse...

OPERAÇÃO-PADRÃO NO CARNAVAL (01/02/2008)

OPERAÇÃO-PADRÃO: Consiste em seguir rigorosamente todas as normas da atividade, o que acaba por retardar, diminuir ou restringir o seu andamento. É uma forma de protesto que não pode ser contestada judicialmente, sendo muito utilizada por categorias sujeitas a leis que restringem o direito de greve, como as prestadoras de serviços considerados essenciais à sociedade, por exemplo.

Ten BM Lauro disse...

Estaremos cobertos e alinhados lá no domingo!
"JUNTOS SOMOS FORTES!"

Anônimo disse...

Sr. Major. Deve haver uma ênfase maior na participação dos Praças. Em outros blogs, está parecendo ser um movimento 'apenas' dos Oficiais. Estão querndo dividir...
Ah, e porque razão o Ten Melquisedec, retirou de seu blog, os Links para os outrosa Blogs, inclusive o seu?

Samango do 4º CPA

Anônimo disse...

Me lisonjeia,ser um de seus contatos no Orkut,e é muito bom, sabermos daqui de Campos dos Goytacazes, interior do estado,longe de tudo,excluídos, que temos o sr Cel,o Cel Paccelli, e demais,na luta pela cidadania, pelo resgate dos direitos humanos.
Pois, até essa data só ouvi falar em direitos humanos para delinqüente.
Ou morar,comer e poder comprar seus remédios não é "Direito Humano"?
E quem como meu marido que aos 56 anos de idade,nos quais,38 foi militar.
Será dado algum benefício,por ele ter sido sempre colocado no comportamento"excepcional".
Ou seria melhor hoje se o mesmo debandasse para a banda podre?
Fica no ar a pergunta,para os governantes.
Att/Ione

Anônimo disse...

Olá companheiros, nós temos um único direito. O de não ter direito algum...! O senhor secretário Beltrame em sua entrevista, disse: é uma insubordinação o ato de fazer passeata, que devia-mos reivindicar de outra forma. Que outra ele se refere? uma vez que o direito de greve é vetado? Todo trabalhador tem direito de reivindicar melhorias...tá na constuição....será que estamos na ditadura e não atentamos pra isso?