23/06/2007

Acomodação.

"1. Ato ou efeito de acomodar(-se); arranjo, arrumação, acomodamento.
2. Instalação, arrumação, disposição, arranjo de equipamento, móveis, etc.: 'Para não descer da região poética em que nos achamos, .... passo .... por alto as circunstâncias da acomodação do rapaz' (Machado de Assis, Histórias sem Data, p. 192).
3. V. cômodo (5): hotel com muitas acomodações.
4. Fig. Adaptação, conformação, adequação: acomodação da fantasia à realidade.
5. Meio de vida; emprego, colocação: Enriqueceu com a acomodação que encontrou.
6. Dedução, conclusão: "Não é imaginação sem fundamento minha, é acomodação verdadeira, tirada, com toda a propriedade, do texto." (P.e Antônio Vieira, Sermões, V, p. 559).
7. Tendência a conformar-se com qualquer situação; conformismo: Sua acomodação impediu-o de vencer na vida.
8. E. Ling. Numa situação de comunicação, o ajustamento do discurso de um indivíduo à fala de seu interlocutor.
9. Oftalm. Modificação que ocorre em cada olho para tornar nítida a visão a distâncias variáveis. " (Aurélio).

8 comentários:

Anônimo disse...

Por favor,comentem sobre os policiais reformados que tiveram seus triênios retirados,o comando da pmerj é omisso,os que deram sua saúde hoje vivem como mendigos,cuidado amigos da ativa..........o futuro lhes reserva o mesmo.. se conseguirem sobreviver....

Wanderby (wanderby@oi.com.br) disse...

Caro Anônimo
Por favor, forneça maiores detalhes sobre a questão (wanderby@oi.com.br).

Anônimo disse...

SR MAJOR WANDERBY,os policiais reformados por invalidez estão deixando de receber os triênios integrais que faziam jus devido ao fato de der sido julgada a lei inconstitucional.A procuradoria do estado tanto fez que conseguiu,essa luta se arrasta desde 2001..se a lei foi elaborada pelo legislativo,torna-se inconstitucional pois,como o sr sabe,toda lei que gera despesa tem que partir do executivo.E a pergunta que não cala,durante esses anos de julgamento,os comandos da pmerj não poderiam ter pleiteado junto aos governadores uma alternativa?Eu reformei com pouco tempo de casa e, hoje,recebo 1.200,00 por mês.E a minha reforma é como terceiro-sargento,não tenho mais plano de carreira,nada,e temos companheiros que nem triênio recebem,ou seja,saíram como sargento com vencimento na faixa de 1.000,00 por mês.Eu soube que neste ano foi elaborada uma proposta que seria um auxílio-invalidez,mas diante de tudo que tenho visto,acho que vai mofar na gaveta...mas obrigado pela oportunidade comandante.

Anônimo disse...

O policial quando era reformado por invalidez recebia 60 por cento em triênios,isso foi retirado,fica,agora,somente o percentual que o pm ou bm recebia,se ele tinha algum tempo de casa,ainda sai com algum triênio,mas se ele não tinha nenhum,é reformado sem nenhum...se o pm tem até uns 10 ou 14 anos,ganha entre 1.200,00 e 1.400,00 reais,mas se é novo,seu salário como sgt é de 1.180,00.Essa é a recompensa pelo seu trabalho e o significado de sua importância perante o comando da pmerj e governo do estado.Se pensamos que daí em diante tu terás que pagar um plano de saúde,remédios e tudo mais que seus problemas lhe causarão,como tu irás se sentir?Eu era o cocô do cavalo do bandido na ativa e,agora,nem issi mais eu sou.............

Anônimo disse...

nem isso mais eu sou.....

Wanderby (wanderby@oi.com.br) disse...

Caro Anônimo
Dispensar tratamento justo a inativos e, não menos, a inativos incapacitados para o serviço, antes de ser obrigação legal, é dever moral.
Conte com minha modesta colaboração.

Anônimo disse...

Sr MAJOR, em nome de todos que padecem,nossos agradecimentos pelo apoio.Apenas para que todos tenham ciência,em CAMPOS 2 policiais militares reformados por invalidez após transplante de rim,tiveram seus triênios reduzidos ao que recebiam quando reformaram,os dois tomam remédios caríssimos que nem sempre obtem gratuitamente.Quando foram reformados,passaram a ganhar 60 por cento de triênio,como a lei foi julgada inconstitucional,perderam os 60 por cento e, hoje,recebem a porcentagem que tinham quando foram reformados,entre 20 e 30 por cento.Vale lembrar que o pm reformado não recebe auxílio-moradia,é uma dificuldade que só quem passa sabe como é.. desde já os nossos agradecimentos ao sr por podermos expressar as nossas dores e o nosso abandono.

Anônimo disse...

Vale lembrar que os policiais residentes no interior do estado como ITAPERUNA,CAMPOS,FRIBURGO,SÃO FIDÉLIS,BOM JESUS,MACAÉ,CABO FRIO,VOLTA REDONDA e muitas outras cidades não tem acesso ao atendimento que os companheiros do RIO e NITERÓI possuem,ou seja,são humilhados nos hospitais de suas respectivas cidades pois são atendidos quase como indigentes.