17/06/2007

Ótima iniciativa!

De jovens oficiais da Polícia Militar do Estado do Rio Janeiro, preocupados com a possibilidade de adoção de medida que implicaria, ainda que por via indireta, no agravamento da situação salarial aviltante hoje vivenciada pelos mesmos.
Faço menção à comunidade no Orkut denominada: "ñ quero aumento de interstício", disponível em http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=33765239.
Parabéns!

5 comentários:

Anônimo disse...

Companheiros PMs sofredores como nós:

Que tal unirem-se a nós na passeata que faremos dia 26?
Pensem a respeito. Ainda há tempo!
O local é na av. Gomes Freire, frente à Chefia de Polícia Civil, às 9h.
Combinem com quem estiver de folga. Dêem um feito!
E no caminho até a ALERJ COM CERTEZA anunciaremos no caminhão de som do sindicato (Sinpol) da presença de vcs.Da insatisfação de vcs.
Será q até de folga eles vão impedir sua presença ou prendê-los?
PENSEM COMPANHEIROS, AJAM. A HORA É AGORA. COM QUE MORAL ESTE GOVERNO IRÁ IMPEDIR QUE HOMENS Q ESTÃO NO FRONT DESSA GUERRA REINVINDIQUEM MELHORES SALÁRIOS JÁ Q O DA PM DO RJ É O menor DO BRASIL?
NÃO ESQUEÇAM! TODOS SERÃO BEM-VINDOS!

Anônimo disse...

Sou a favor do aumento do interstício Major. Talvez assim, alguns sejam sensibilizados pela situação d epenúria, que os Oficiais QOA (que carregam os Batalhões nas costas, que conduzem toda a administração) seriam lembrados.
Ou então, definitivamente desvinculados das atividades 'operacionais' afinal, vocês se intitulam 'combatentes'..rs...

De 1 TEN para Capitão PM, talvez 10 anos fosse um bom período, para amadurecerem e roubarem menos os praças, cambada de velhacos de estrela!

Samango.

O Incansável Sgt Jack disse...

Alguns se pré-ocupam (sic) com a possibilidade de nos igualarmos as outras Corporações em alguns aspectos, e, no entanto se esquecem que a própria PMERJ, não é, por si só, harmônica e condescendente com seus integrantes, inexistindo entre si o conceito simbiótico que pudesse explicar o inexplicável, como e o caso dos irmãos dos QMPM-6, que de forma vocacional e profissional se doam diuturnamente para dar o merecido suporte a todos os integrantes da Corporação. E, no entanto, são excluídos do contexto…
CADÊ A ISONOMIA?
POLICIAIS MILITARES do QPMP-6 empacam na Graduação de 2º Sgt.
O Sujeito entra na PM Soldado QPMP-0, na esperança de se graduado como Cb, 3º Sgt, 2º Sgt, 1º Sgt e Subten por “Tempo de Serviço” mesmo sendo possuidor de um curso particular pago com recursos próprios de técnico da área de saúde, trabalha nos mais variados tipo de policiamento na PMERJ: RP, Patamo, POG, PCtran, Guaritas de PP, Manutenção etc. Depois de vários anos no “ front”, é convocado em caráter de urgência através de Bol PM a integrar o Corpo de Saúde da PMERJ, que alega ter total falta de profissionais qualificados para atender a demanda do HCPM, HPM Nit e das UBS. Quando O PM QPMP-0 faz a prova interna e é aprovado irá fazer o curso de Auxiliar de Saúde e, é promovido a Cabo Especialista Auxiliar de Saúde, pronto, começa aí sua Via Crucis… pois, após alguns anos, mais precisamente 20 anos ele é promovido a 3º Sgt por tempo de Serviço como os “outros” PPMM da QPMP-0, fazendo a “confirmação de divisa” no CFAP, tirando serviços extras durante todo o curso (Maracanã muito Maracanã) e estudando as mesmas matérias dos QPMP-0. Pois muito bem, ao completar 20 anos de PM novamente ele é promovido a 2º Sgt, aí, quando é aberto o Casas (Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos Auxiliares de Saúde) ele, o nosso 2º Sgt QPMP-(0) ou (6?), faz uma prova e sendo aprovado vai cursar o CASAS. Agora sim, ele é genuinamente 2º Sgt PM QPMP-6, e só será promovido a 1º Sgt quando tiver vaga por Antiguidade ou Merecimento no Quadro de Acesso. Só que não existem vagas como deveriam, basta conferir o QA. Enquanto isso os QPMP-0 cursados, se não forem promovidos naturalmente no quadro de acesso por falta de vagas terão a chance de promoção através do tempo de serviço, ao contrário dos PM que estão com mais de 30 anos na QPMP-6 como 2º Sgt e não são promovidos, vários PPMM foram embora (desestimulados) pra casa na graduação de 2º Sgt, e tantos outros irão sem conseguir a desejada promoção. Ora, direis, façam um requerimento solicitando a volta para a QPMP-0 e tudo ficará resolvido. Não, não podemos, os requerimentos são INDEFERIDOS para os muitos PPMM-6 que pleitearam esse retorno. Situação Sine Qua Non. Bom, os PM-6 têm as mesmas obrigações militares que os QPMP-0, estando sujeitos ao mesmo Regulamento Disciplinar, ao mesmo salário, às escalas de serviço e as mesmas desventuras enfrentadas por todos os PPMM-0, e, ainda são escalados nas ruas em eleições, carnaval, réveillon, e, por conseguinte, são passivos de morrerem… tanto faz se são do QPMP 0 ou 6, não faz diferença alguma, pois, pelo menos aos olhos dos facínoras somos todos PM´s. A única diferença do QPMP-0 para o QPMP-6 é que o PM-6 além de ser igual profissional ao PM-0, “de leve” sem machucar, ainda aplica injeção, correndo sérios riscos de se contaminar manipulando diuturnamente materiais infectados nas enfermarias; fazendo Fisioterapia de reabilitação nos irmãos ferido em combate; morrendo um pouco a cada dia com a radiação da câmara de RX; se intoxicando ao manipular medicamentos no LIF; e, examinando nos Laboratórios as fezes, a urina e o sangue derramado de toda a família Policial Militar.

Fica aqui então a pergunta: o que precisa ser modificado para que os 27 (vinte e sete) 2º Sgt PM QMPM-6 (oriundos da QPMP-0) com o CASAS concluído sejam promovidos a Graduação de 1º Sgt, independente de vagas no QA, tal e qual nossos irmãos QPMP-0?

Em Tempo: A Praça QPMP-6 quando consegue ser promovido a Oficial PM QOA volta a ser do QPMP-0, pura e simplesmente como se nada tivesse acontecido em sua vida profissional antes disso.

Isonomia não só nos deveres e obrigações, mas também, nas Promoções do QPMP-6 é o que pedimos respeitosamente ao Exmº Sr CEL PM Ubiratan de Oliveira Ângelo - Comandante Geral da PMERJ

Graduado do QPMP-6 – VOCÊ PRECISA DELE.

Ou É ou deixa de É.

Sr. Major, talvez um politico poderia nos ajudar, mas vejo que isso é uma questão interna, e, por tanto DEVERIA se resolvida por nossos Superiores, que sensibilizados encampariam o problema e o levariam até o Ilm° Governador do Estado, para tentar resolver essa injustiça que é cometida contra as Praças da Área de Saúde da PMERJ.

O Incansável Sgt Jack disse...

Os 27 (vinte e sete) que me referi estão com mais de 25 (vinte e cinco) anos chegando alguns a ter 31 (trinta e um) anos de serviço prestado a Corporação. Hipotéticamente se tivessem continuado na QPMP-0 já teriam sido promovidos a 1º Sgt.

Pedimos sua ajuda e desde já lhe agradecemos.

Anônimo disse...

ATÉ QUANDO? GREVE JÁ! CHEGA DE COMODISMO! PRECISAMOS SAIR DA INÉRCIA! LUTEMOS POR SALARIOS DIGNOS!

MAIS INCONSTITUCIONAL QUE A GREVE É O SOLDO DE NOSSOS SOLDADOS SER MENOR QUE O SALÁRIO MÍNIMO!

GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!
GREVE!!!

* MOVIMENTO GREVE JÁ!