08/03/08

14 comentários:

Anônimo disse...

Cópia do blog do Gustavo de Almeida

Começa a tomar grandes proporções a polêmica do visto negado para o tenente PM Thyago Ferreira, do 23ºBPM. Como informei no post mais abaixo, Ferreira teve a entrada no país proibida porque o Consulado Americano julgou que a pessoa dele "não tem vínculo com o país (no caso, o Brasil mesmo, não se confundam)".
Diga-se a bem da verdade e da coerência que este é um critério comum, no qual são barrados muitos viajantes incautos. Diversos fatores contribuem - estar desempregado, não ter moradia própria e ter de pagar aluguel, não ter pais vivos ou outros parentes, enfim, fatores que façam o analista entender que o cidadão brasileiro, ao entrar nos EUA, vai buscar a permanência a todo custo. A América, a "terra das oportunidades".
No entanto, o que é assustador no caso do tenente Ferreira é o que o episódio representa. E, tenho certeza, já não é mais em auto-defesa ou auto-benefício que Ferreira tem protestado em seu blog PM Utopia. Ferreira tem protestado contra o fato de que na avaliação dos americanos, ser da PMERJ não é considerado vínculo com a Nação brasileira.
O problema sai da esfera individual para a institucional. E aí, exatamente neste ponto, é que têm de entrar os Barbonos, que reivindicam a defesa da cidadania do policial. E, a meu ver, já deveria ter se pronunciado a própria PMERJ. Tanto os Barbonos quando o barbono dissidente e hoje comandante-geral deveriam estar na vanguarda desta briga. Ao que parece, apenas os Bolsonaros - pai e filho deputado estadual - estão cientes do ocorrido. Há quem me diga que o deputado estadual Flávio Bolsonaro vai se pronunciar em breve sobre o problema. No blog Militar Legal, já há uma manifestação do tenente Melquisedec Nascimento, presidente da Associação dos Militares Auxiliares e Especialistas (Amae).
Ser um militar estadual não representa nada em relação à Nação? Não é um vínculo forte? É este o ponto que deve merecer imediato debate.

Anônimo disse...

ONU critica nossa política antidrogas - Por: Humberto Trezzi
A nova lei sobre drogas no país, pela qual o usuário é condenado à prestação de serviços comunitários e não à cadeia, recebeu ontem um petardo desfechado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Relatório divulgado pela Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (Jife), das Nações Unidas, concluiu que a condescendência com o usuário enfraquece a capacidade de investigação das polícias. Mais do que isso, o documento da ONU diz textualmente que "a nova lei pode dar a entender à opinião pública que o governo está tratando o narcotráfico com mais indulgência".

As críticas vão além e diagnosticam dificuldades em aplicar a nova lei antidrogas, que trata o usuário como doente, por falta de estrutura na rede pública para recebê-lo, como clínicas de reabilitação. Um drama que os familiares de usuários de crack em Porto Alegre e outras grandes cidades cansam de relatar.

O relatório causou tremendo constrangimento, porque foi lido em Brasília diante das maiores autoridades brasileiras no combate às drogas - entre elas o secretário nacional Antidrogas, general Paulo Roberto Uchôa.

Uchôa disse que a Jife comete um equívoco ao sugerir a volta de severas punições a usuários de drogas e lembrou que a nova lei é dura contra os traficantes, além de criar a figura do financiador do narcotráfico. Está aberta a polêmica. A ONU, quem diria, é mais inclinada à tolerância zero do que as autoridades brasileiras.

Será que os legisladores do Brasil, no seu mundo de ideais e boas intenções, erraram a mão e abriram comportas para que uma legião de viciados vague pelas ruas, como insinua o relatório das Nações Unidas? O tempo se encarregará da resposta.

* Artigo retirado da Zero Hora - 05/03/2008

Anônimo disse...

ESTES CARA É UM FANFARRÃO, UM MENTIROSO, POIS VEJAM O QUE ACONTECEU HOJE,HOJE,HOJE PELA MANHÃ NA LINHA AMARELA,DEPOIS É A POLICIA QUE É COVARDE E VIOLENTA.BANDO DE SUJEITOS DEMAGOGOS E MENTIROSOS.

ENQUANTO SE FAZ UM APARATO PARA RECEBER O LULINHA, CABRALSINHO E DEMAIS CORRUPTOS,HOJE PELA MANHÃ DOSI COLEGAS SÃO BALEADOS POR MARGINAIS NA LINHA AMARELA.PARA NÓS NÀO SE IMPORTAM COM A NOSSA SEGURANÇA, POIS ATÉ ACORDOS FORAM FEITOS COM MARGINAIS E AGENTES DAS COMUNINADES ,COMO ASSOCIAÇÀO DE MORADORES FANTASIADOS COM ROUPAS PRETAS E RÁDIOS DE COMUNICAÇÀO PARA IREM LIMPANDO A ÁREA QUANDO ESTES DOIS DESGOVERNOS FOSSEM PASSAR.MAS CONTINUAMOS GANHANDO 32,00.O PAC É SOMENTE PARA MELHORAR A VIDA DOS BANDIDOS E DOS FAVELADOS QUE DÀO APOIO A BANDIDAGEM E A PMERJ QUE SE F.... POIS NÀO INTERESSA A NINGUÉM, TEMOS É QUE TOMAR VERGONHA NA CARA E NOS MOBILIZARMOSPOLITICAMENTE,COLOCAR VÁRIOS DEPUTADOS ESTADUAIS E FEDERAIS PARA NOS DEFENDER E COMEÇAR DESDE JÁ A REALIZAR OPERAÇÀO PADRÃO, CHEGA DE COLEGAS MORTOS, ALEIJADOS, MUTILADOS E SOBREVIVENDO QUE NEN MENDIGOS.CHEGA.
LEAI A NOTICIA DE HOJE DOSI COLEGAS SÃO BALEADOS NA LINHA AMARELA,UM QUASE MORRENDO OUTRO INTERNADO.

8/3/2008 10:35:00

Dois PMs são baleados por bandidos na Linha Amarela

Eles levaram tiros na cabeça ao passarem no Complexo da Maré


Marcelo Bastos



Rio - Dois policiais militares lotados no 22º BPM (Maré) foram baleados, no início da manhã deste sábado, quando passavam pela Linha Amarela, altura da Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, Zona Norte.

O sargento Alex Alves de Abreu Braga, de 44 anos, foi atingido na mão esquerda e de raspão na cabeça. Já o soldado Edson Tavares Ferreira, de 32 anos, levou um tiro na cabeça e braço esquerdo.

De acordo com informações do Hospital Geral de Bonsucesso, para onde eles foram levados, o quadro de saúde do sargento é estável, mas o do soldado é considerado grave.

O carro em que estavam os policiais ficou com várias marcas de tiros. Eles foram atacados quando passavam próximo à localidade C4.


--------------------------------------------------------------------------------

8 de Março de 2008 11:10


JOÃO DO MEIER

juntos somos fortes disse...

Se elle "ataca" a violência policial no RJ, os "atacados" diretos são o governador e o secretário de segurança que ditam a "política de segurança" à cargo das forças policiais.
Ou não é assim?

regina disse...

E nossos policiais militares que são caçados pelas ruas e imediatamente executados?????
Cadê os direitos humanos?????

Anônimo disse...

Meu pai é tenente da PM é eu dou a maior força a ele pela luta de voçês por melhores condições de trabalho e salário. Parabéns! Graças a voçês os governantes estão se sentindo incomodados e vão ficar mais ainda, pois voçês estão chamando a atenção do povo para os problemas da PM.

Anônimo disse...

Meu pai é tenente da PM é eu dou a maior força a ele pela luta de voçês por melhores condições de trabalho e salário. Parabéns! Graças a voçês os governantes estão se sentindo incomodados e vão ficar mais ainda, pois voçês estão chamando a atenção do povo para os problemas da PM.

Anônimo disse...

Major, qual a opinião do Sr. sobre a PEC 21?!

Anônimo disse...

ESTA POLITICA DE SEGURANÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO É POLITICA, NADA MAIS.O DESGOVERNO ANUNCIOU DURANTE A SUA CAMPANHA QUE OS POLICIAIS SERIAM TRATADOS A PÃO DE LÓ, MAS QUEM ESTA SENDO TRATAO É AS FAVELAS, AS ESCOLAS DE SAMBA E ETC, E NOS TOMANDO NA CABEÇA E RECEBENDO POUCO MAIS QUE 30 PRAYAS POR DIA DE TRABALHO.VCS VIRAM QUANTOS POLICIAIS FORAM DESTACADOS PARA A SEGURANÇA DESTES DOIS DESGOVERNANTES SEM CARATER?ENQUANTO ISSO HOJE PELA MANHÀ DOIS COLEGAS FORAM BALEADOS NA LINHA AMARELA PELOS MARGINAIS DO PAC.SAFADOS , VAGABUNDOS QUE SÀO COVARDES,DESGRAÇADOS,VCS DEVERIAM TER ACERTADO ERA O LULA E O CABRAL.
TEMOS QUE CORRER NA FRENTE E ACABAR COM ESSA RAÇA QUE É IGUAL A RATOS.

CHARLES

Anônimo disse...

NÃO HÁ NADA DE ESTRANHO NO QUE LULA DISSE. ELE FALA QUALQUER COISA POR ONDE ANDA. ELE NÃO VÊ NADA, NÃO SABE NADA, NÃO TEM NOÇÃO DO RIDÍCULO DAS COISAS QUE DIZ, É UM POLITIQUEIRO BARATO QUE PERAMBULA POR AÍ BRINCANDO DE SER PRESIDENTE. NÃO DEVE SER LEVADO A SÉRIO.

Anônimo disse...

Major, qual a sua opinião sobre o senhor mesmo, sua (sua mesmo e não do seu posto de oficial) produtividade policial para o estado? Poderia publicar e responder?

Anônimo disse...

Até quando vamos ter que ficar nas mãos desses pessimos políticos que tem o poder de reger a nossa vida particular e profissional da forma que querem,uma instituiçaão grandiosa como é a PMERJ, nós que temos mais de 20 anos nela já passamos por vários Gov.eles passam fazem o que quer e seus mandatos acabam e continuamos na mesma, nos somos policiais eles ESTÂO governadores, deputados e outos cargos, temos que ser respeitados por quem irá nos governar, Deputados que se elegeram em nome da PM,ainda não demonstraram CLARAMENTE estar a nosso favor, como um Apresentador que está Deputado, esbraveja em frente as câmeras,coloca projetos na ALERJ, sabe muito bem que isso é só teatro, não tem resultado nenhum. Pergunto: Quantas vezes o Apresentador/Deputado colocou a cara numa de nossas manifestações, usou seu prestígio com a mídia para divulga-las, ele esquece que foi eleito pelos policiais e seus familiares, ele que aproveite seu único e último mandato,ou ele toma uma atitude explícita ou vai ter que arrumar outro eleitorado.

Anônimo disse...

Os guarda-vidas do Rj, em mais um final de semana que para as autoridades foi normal, evitaram torná-lo um tragédia: mais de 100 salvamentos pelas praias cariocas...por R$ 30,00 no sábado, um GV salvou algumas dezenas de vidas...talvez tenha feito o salvamento do seu irmão ou irmã, do seu filho ou filha...mas tranquilo porque NÓS amamos isso...mas confesso que é chato (pra não ser agressivo com os adjetivos!) ter que sair dali cansado, ir pra casa de ônibus e acordar cedo no dia seguinte pra trabalhar na segurança (fora o risco né...) mas provavelmente nenhuma das nossas "cabeças pensantes", os donos das gemadas, se importam com isso né...td bem, se eu "rebelar" o RDCBMERJ me coloca no meu lugar mesmo, que é dizer sim pra todo esse descaso comigo e com meus amigos que fazem a diferença...sim, nós fazemos a diferença entre a vida e a morte, quando todos estão em festa, no lazer.Espero um dia em que alguma dessas autoridades que ignoram nossa péssima condição sintam o sufoco de tentar nadar e não sair do lugar, tentar respirar e só engolir água, e quando estiverem se entregando, desistindo de lutar por suas vidas, sentirão o braço forte do GV buscando-os no fundo, pedindo para que se acalmem porque ali acaba sua agonia...talvez então eles percebam quão vitais somos, ao menos nesses longos e agonizantes minutos de desespero e então tentem tornar nossa luta a deles, luta por dignidade, por justiça, por salários melhores...
Você que lê esse Blog, não imagina o paradoxo de AMAR de todo coração a sua profissão, mas ODIAR com todas suas forças as limitações que sua remuneração lhe impõe, obrigando-o a dedicar-se a outras atividades nem sempre nobres...talvez um dia essa luta dê certo...mantenho minha Fé, apesar de vê-la diminuída a cada dia...

Anônimo disse...

Estou de pleno acordo com o que foi dito aí pelo amigo, em relação ao Apresentador/Deputado, esse cara nunca mais vai conseguir votos na PM se não demonstrar claramente que está conosco nessa caminhada, Deputado/apresentador, apareça nas manifestações convoque a imprenssa,agarre uma de nossas faixas, pois essa coisa de gabinete ninguem mais cai nessa cascata.