31/05/2008

Talvez agora esteja menos complicado entender o real motivo pelo qual a PM do RJ ainda não lavra termos circunstanciados

Já pensou se a PM do RJ (tal qual muitas outras) passasse a encaminhar as ocorrências diretamente ao poder judiciário (jogo do bicho, caça-níqueis, etc)?

Mas no RJ, tanto na gestão do trio Garotinho/Itagiba/Lins, quanto de Cabral/Beltrame/Gilberto, as ocorrências continuam a passar obrigatoriamente pelas mãos das delegacias e dos delegados de polícia civil.
.

Por que será que a proibição de Itagiba continua referendada por seu colega Beltrame?










Por que será?

3 comentários:

Anônimo disse...

Será que na PMERJ também não era obrigado os comandantes de determinadas Unidades dar propina? E quem era o Cmt Geral? Eles aumentaram muito o seus patrimônios? Cadê a PF para responder?

msc disse...

Seria uma pergunta simples, se a resposta fosse simples. Mas não é...

Anônimo disse...

A resposta é simples: Não querem dividir o bolo!!!