13/06/09

Muito obrigado

Contrariando expectativas de muitos - quem sabe até minhas mesmo -, foi possível compor e registrar em 08/06/09 uma chapa para as eleições que ocorrerão em 19/08/09 na Associação de Oficiais Militares do RJ.
Embora saiba que enfrento dois oponentes poderosos e que minha eleição não representará a panacéia para os problemas que afligem nossos militares e pensionistas, sei também do potencial dela para que retomemos ações mais ousadas e politicamente incorretas em sua defesa (e falo também da esfera judicial) e para que façamos recrudescer a legitimidade de outrora de nosso "clube", inclusive no que toca aos soldados e graduados de nossas Corporações.
Mas não é de propostas, nem tampouco de pleito eleitoral propriamente dito que pretendo falar agora, pois tais tópicos já mereceram um blog específico (www.chapaidentidade.blogspot.com).
Quero apenas dizer a todos que lêem este modesto blog que se o projeto AME/2009 está sendo levado à frente (e é incrível, mas está), tal se deve aos anseios e às manifestações de apoio tácitas ou expressas de nossos militares ativos e inativos, sócios e não sócios, oficiais e praças, dentre os quais não poucos vultos incontestes da história contemporânea da PM e do Corpo de Bombeiros do RJ; bem como de pensionistas, jornalistas (e falo também, é claro, de meu honrado amigo Gustavo de Almeida), familiares e de civis amigos outros (inclusive de uma querida Madrinha dos policiais militares e amante de nossa Corporação). Sou muito grato a todos!
E quero dizer que sou grato ainda a um velho e estimado 1º Tenente de Polícia Reformado que me traz à mente meu saudoso avô, também 1º Ten PMDF, e que, em atitude ousada e independente, deu espaço à nossa candidatura e às nossas idéias "revolucionárias" e "subversivas" no excelente veículo de comunicação da associação que preside com mestria; falo do bravo 1º Ten de Polícia Paulo Tavares, o qual completará 80 anos de idade em 15/06/09, e do aclamado Jornal do COR.
Mas quero utilizar este momento para pontuar sobretudo que devo gratidão não apenas pela candidatura, mas por conselhos e mensagens de ânimo e ponderação a uma pessoa em especial... a alguém que mesmo sem me conhecer pessoalmente não apenas aceitou de pronto o convite quase kamikaze para integrar uma chapa que, na visão bem humorada de um camarada tenente então do 2º Comando de Policiamento de Área, é uma "fria"... de alguém que certamente teria agregado conhecimento e legitimidade às lutas de 2007. Falo do verdadeiro desbravador da blogosfera policial (já andava por cá nos idos de 2000), do responsável principal e com folga pela viabilização do cumprimento das rígidas exigências estatutárias da AME e daquele que tem dedicado boa parte de seu precioso tempo ao intento que agora, graças ao Grande Arquiteto do Universo, não é mais apenas meu, mas nosso.
De certa forma, reserve o futuro o que reservar à nossa chapa e às nossas lutas, acho que já somos vencedores.
Dedico minha continência e meu sincero muito obrigado ao Sr TC Emir Larangeira.

3 comentários:

Anônimo disse...

Ainda persiste o grande problema na Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro, mas parece que o governo não está sensível ao problema. Não se vê atitudes coerentes para que as condições do policiais melhorem, isto é, para que haja um combate eficiente e eficaz à criminalidade que ocorre com grande frequência no estado; fato que inclusive é destaque negativo há bastante tempo perante outros estados e outros países. Pego um gancho nas palavras do governador atual enquanto candidato ao cargo: "não sei como se faz segurança pública sem pagar bem aos policiais". É ja faz 2 anos e 6 meses que ele assumiu, e até agora ele não foi suficientemente capaz de honrar com as suas promessas, ou seja, usou somente de palavras se eleger, mas uma coisa ele não previu: o grande crescimento da blogosfera policial, onde praticamente todos os cidadãos esclarecidos já tiveram o prazer de navegar e ver do ponto de vista dos profissionais de segurança o verdadeiro descaso do governador atual. Fato já observado inclusive pela Anistia Internacional, além de outros Estados estrangeiros. Resumindo, agora com a internet à disposição dos profissionais de segurança, saúde e educação, pode-se mostrar de perto as mazelas e o descaso real do governo do estado. Antigamente não havia este fenômeno, mas agora é diferente; é uma era em que o governo atual jamais imaginaria existir e que seria alvo dos policiais, bombeiros militares, médicos e professores nas críticas quanto ao descompasso existente entre as suas promessas de campanha e a real situação destes profissionais. Diante disso, é mostrado a todos o grande descontentamento em face dos compromentimentos assumidos pelo então candidato a governador Sérgio Cabral, o qual não cumpriu com as seus discursos eleitoreiros. Agora, mostra-se de fato qual é a pior gestão de todos os tempos para os servidores do estado, principalmente aos profissionais da segurança pública e da saúde.
É simplesmente vergonhoso termos que conviver com políticos altamente populistas, demagogos, mentirosos e hipócritas, uma vez são pessoas altamente nocivas ao estado, e o pior é acham que suas malfeitorias e gestões populistas e puramente eleitoreiras não prejudicam o estado e à sociedade fluminense, isto é querem fazer-nos crer que tudo está bem e que os principais problemas são mínimos. Porém as mazelas desse governo bem como a sua ineficiência política já foram mostradas e provadas. Cabe a cada eleitor analisar e comprovar a atual gestão, fazendo um balanço a fim de verificar se houve ética nesta administração. Ética no sentido de perceber se as coisas boas superaram as ruins. Mas como vimos, pelo menos na minha perecpção e de muitos que conheço, o custo benefício das atitudes do Exmº Sr Sérgio Cabral não foram os mais favoráveis até o presente momento.


Att.: Um Oficial Bombeiro Militar

Emir Larangeira disse...

Caro Major Wanderby

Agradeço ao Major Wanderby a distinção, nem a mereço. Mas quero que ele saiba que nada mais fiz que ser coerente com meus princípios. E um deles é lutar pela melhoria de vida dos militares estaduais, em especial das praças. Claro que são muitos os caminhos para se tentar alcançar objetivos, e nem sempre os que buscam objetivos afins seguem pelos mesmos caminhos, às vezes tornando a caminhada enfraquecida. Mas a vida é assim, cheia de divergências na escolha da arma certa para se atingir um mesmo alvo. Uns preferem a artilharia, outros, a infantaria ou a cavalaria. Por isso é que alguns desavisados não entendem o porquê de pessoas que caminham em trilhas diferentes de repente se unam numa bifurcação e sigam juntas por uma só trilha dali em diante.
Geralmente esses desavisados não têm objetivo algum na vida. Não têm por quê ou por quem lutar e nem coragem para fazê-lo. Não lutam nem por si mesmos.
Não é o caso dos que abraçaram a causa defendida pelo Major Wanderby, que, por sinal, não é dele, mas de uma comunidade sofrida que precisa se unir para vencer adversidades. O major Wanderby representa a síntese desta causa comum, e muitos com ele seguirão na mesma trilha, gostem ou não os que andam em sentido contrário porque seguem em direção às benesses do sistema para delas desfrutarem em ostracismo. Mas há tempo de darem meia-volta e seguirem conosco. Serão bem-vindos. Não é feio mudar de ideia e de direção, principalmente quando se trilha por caminhos errados. Que venham, então!
Minha continência ao major Wanderby.

Tania Loos disse...

Wanderby

Apesar de ainda não desfrutar de minha saúde perfeita, passo hj aqui para destacar minha admiração e respeito ao Sr TCEL Emir Larangeira e tb agradecer ao mesmo o apoio à Chapa IDENTIDADE.
Meus agradecimentos tb por me permitir estar caminhando com vcs em prol de uma Instituição que não pode perder "o Bonde da História".
Tania Loos - MAJ PM
ex-coordenadora do PROERD