13/12/08

O que esperava o delegado Beltrame ao forçar a retirada da PM do trânsito?





AINDA BEM QUE NEM TODOS SEGUEM À RISCA
SUA "CARTILHA" CLASSISTA, IRRESPONSÁVEL E INCONSEQÜENTE











3 comentários:

carpuma disse...

Nome: antonio carpuma souza santos
E-mail: antoniocarpuma@gmail.com
Sua opinião:

PQ MEU COMENTÁRIO NÃO FOI APROVADO??? SALVEI ELE E ESTOU POSTANDO EM VÁRIOS BLOGS PARA PROVAR QUE EXISTE REGRAS AQUI. E UMA DELAS É NÃO FALAR MAL DO GOVERNADOR! Comentário que fiz no site do Jornal EXTRA, que provávelmente não será publicado!

A ENQUETE: O que você achou da decisão da Justiça de absolver o PM que matou o menino João Roberto?

Acho que no banco dos reus deveriam estar o governador, o secretario Beltrame, o cel Pitta e o comandante do batalhão onde o policial é lotado! Todos são culpados pelo mal desempenho da polícia militar. No show da Madonna, vários policiais militares estarão trabalhando na sua folga. E que serviço de qualidade um PM dará a sociedade, se a própria corporação arranca seu couro???? Que serviço de qualidade um policial dará a sociedade, onde não respeitam seu direito ao descanso???? Sem falar que não existe reciclagem, cursos etc...etc... RASGUEM O REGIME DISCIPLINAR E DEIXE O POLICIAL FALAR SEM SER PUNIDO PELO SEU COMANDANTE. A VERDADE É: PM QUE TRABALHA NA RUA RECEBE ORDENS DE QUEM FICA NO AR CONDICIONADO DO GABINETE. SE DEU CERTO, PARABÉNS SE NÃO DEU, QUE SE DANE SÓZINHO!!!!
Sua opinião foi recebida, aguarde verificação!

Anônimo disse...

Pblicada em 12/12/2008 às 22:58
Futuro secretário municipal de transportes presidiu licitações vencidas por empresa investigada pela Prefeitura do Rio
Marcelo Dias - Extra

RIO - Futuro secretário municipal de Transportes, o engenheiro Alexandre Sansão Fontes presidiu duas comissões de licitação e participou de outras duas vencidas pela Perkons S.A. - empresa que fez acender o sinal amarelo na transição de governo devido aos R$ 20 milhões acrescentados a um contrato de R$ 13 milhões para operação de 36 radares no Rio.

A Controladoria-Geral do Município abriu uma auditoria que poderá resultar numa sindicância ou num inquérito administrativo. Segundo o presidente da CET-Rio, Marcos Paes, o contrato foi alterado por orientação de Alexandre Sansão. A comissão de licitação que definiu o vencedor da concorrência 003/2005 foi presidida pelo próprio Sansão. Pelo contrato de fornecimento e operação dos radares, a Perkons receberá R$ 77,74 por multa aplicada.

Eliminada de volta
Segundo a denúncia enviada à Controladoria-Geral, teria ocorrido aumento exagerado no número de equipamentos na cidade e servidores municipais teriam feitos viagens ao exterior às custas de uma empresa privada.

Em julho, Sansão viajou a Callao, no Peru, com o subsecretário de Transportes, Dalny Sucasas, entre os dias 9 e 11. O sistema de trânsito da cidade peruana é operado pela Perkons. Segundo Marcos Paes, a viagem não teria sido autorizada. Na época, Sansão era coordenador do sistema de fiscalização eletrônica.

Em 2003, foi aberta concorrência semelhante, a 009, para compra de 36 lombadas. Alexandre Sansão era um dos membros da comissão de licitação. Em fevereiro do ano seguinte, a Perkons foi eliminada do processo, mas foi incluída novamente em março.

Em maio, a Perkons foi declarada vencedora do contrato de R$ 7,68 milhões e passaria a receber R$ 54,30 por infração registrada. Em março de 2007, Sansão foi designado para acompanhar o contrato 017/2004.

Em dois anos, Rio ganhou 206 radares
Atualmente, existem 284 pontos da cidade com radares, sendo que 206 foram instalados em 2007 e 2008. Em dois anos, a prefeitura colocou em operação quase o triplo de equipamentos do que em 2004, 2005 e 2006 (78). Segundo o presidente da CET-Rio, coronel Marcos Paes, a Perkons opera 93 aparelhos e, pelo contrato de R$ 93,5 milhões, instalará também o sistema inteligente de trânsito, com 73 câmeras só na Avenida Brasil, 120 contadores de volume de tráfego, 61 aparelhos para leitura de placas e 13 painéis de informação em tempo real.

- O contrato aditivado em R$ 20 milhões estará suspenso na terça-feira. Eles não deixaram um rastro luminoso, mas a Claudia (Secin) mentiu ao dizer que ia a Argentina e ao Chile e apareceu em Nova York, numa feira mundial do setor, e o Sansão viajou sem autorização - disse Paes, que atribui o aumento de radares ao futuro secretário, responsável pela Gerência de Informações de Tráfego da CET-Rio.

Eduardo Paes anuncia faxina na CET-Rio
Ontem, o prefeito eleito Eduardo Paes disse que manterá Alexandre Sansão em seu futuro secretariado. Paes também anunciou que fará uma auditoria na CET-Rio:

- O que está acontecendo é uma marola do atual prefeito. Há uma relação muito estranha no Rio com esses fabricantes de multas. Mas quem pode responder é o gestor desses contratos, que é o presidente da CET-Rio, o prefeito Cesar Maia e o secretário de Transportes.

Anônimo disse...

EU COMO CIDADÃO DESTE ESTADO VENHO POR MEIO DESTE SOLICITAR A PUNIçÀO AO GRANDE PINOQUIO QUE ESTA QUESTIONANDO A DECISÃO DA JUSTIÇA E PEDINDO A EXÓNERAÇÃO DO PM.QUEM DEVERIA SER JULGADO POR TODA ESTA MERDA É O BELSTRAME, O PINOQUIO O PINTTA E COMANDANTE DO SEIS BATALHÃO,ESTOU ATÉ ESCREVENDO ERRADO ALGUIMAS PALAVRAS PARA VCS TEREM IDEIA DE QUANTO ESSES CARAS VALEM.QUEREM FAZER MÉDIA COM A SOCIEDADE QUE CHEIRA E FUMA BAGULHO.SOCIEDADE DE HIPOCRITAS.QUEM DEFENDE OS PMM,PELO QUE VEJO NINGUÉM ,POIS É MAIS FÁCIL FALAR MAL DE PMM.MAS UMA PERGUNTA AO PALHAÇO DO PINOQUIO, E OS BANDIDOS QUE ARRASTARAM O MENINO ~JOÃO DE CAMPINHO ATÉ CASCADURA,O QUE VC FALA PALHAÇO,OS PMM QUE FORAM ASSASSINADOS DO 9 BATALHÃO NO MESMO LOCAL DO MENINO JOÃO,O QUE VC FALA PINOQUIO PALHAÇO?