24/12/08

A verdadeira fatalidade que se abate sobre o RJ tem nome e sobrenome...

José Mariano Benincá Beltrame!

5 comentários:

Anônimo disse...

Na atual administração da segurança - CABRAL/BELTRAME - deveriamos consolidar a seguinte máxima e coloca-la nos carros.
"SE EU ESTIVER SENDO ASSALTADO OU SEQUESTRADO NÃO AVISE A POLÍCIA PORQUE EU TENHO FAMÍLIA E NÃO QUERO MORRER".

Anônimo disse...

E AGORA SENHOR BELSTRAME E PINOQUIO,ESSES PLICIAIS NÃO SÃO BANDIDOS?POIS CASO FOSSEM DA PMERJ VCS FALARIAM UM MONTE DE ABOBRINHAS CERTO?PQ A IMPRENSA TB NÃO ESTA DANDO ENFASE A ESTA BARBARIDADE?PQ A IMPRENSA NÃO FALA DESTES POLICIAIS COMO FALOU E TEM FALADO DOS NOSSOS PMM?
VCS SÃO É UM BANDO DE MERDAS,É POR ISSO QUE NÃO LEIO MAIS JORNAL NESTE ESTADO DO RIO,COVARDES

Anônimo disse...

E AGORA SENHOR BELSTRAME E PINOQUIO,ESSES PLICIAIS NÃO SÃO BANDIDOS?POIS CASO FOSSEM DA PMERJ VCS FALARIAM UM MONTE DE ABOBRINHAS CERTO?PQ A IMPRENSA TB NÃO ESTA DANDO ENFASE A ESTA BARBARIDADE?PQ A IMPRENSA NÃO FALA DESTES POLICIAIS COMO FALOU E TEM FALADO DOS NOSSOS PMM?
VCS SÃO É UM BANDO DE MERDAS,É POR ISSO QUE NÃO LEIO MAIS JORNAL NESTE ESTADO DO RIO,COVARDES

Anônimo disse...

PRA QUEM SÓ FICA FALANDO SEM SABER, NA VIATURA DA DRAE HAVIAM DOIS ADIDOS!!! A VERDADE JÁ APARECEU E ESTÃO TENTANDO ESCONDER!!! E AGORA??? QUEM VAI SEGURAR ESSA BANANA??? PMS E BOMBEIROS NA CIVIL: BASTA!!!

Anônimo disse...

Por que os soldos da PMERJ continuam abaixo do salário mínimo??

Para o STF, isto é inconstitucional!

CUMPRIR A LEI NÃO É OPCIONAL...

Segundo o inciso I do artigo 92 da Constituição do Estado do Rio de Janeiro, o soldo do soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar não pode ser inferior ao salário mínimo.

Salário mínimo vigente: R$ 415,00 (quatrocentos e quinze reais).

O MENOR SOLDO DA PMERJ E DO CBMERJ NÃO PODE SER INFERIOR AOS "QUATROCENTOS E QUINZE REAIS" PREVISTOS NA LEI Nº 11.709/2008 (Diário Oficial da União de 20.06.2008)!

O soldo do PM do Rio é vergonhoso (R$ 236,63)!!

UM DOS PRINCIPAIS FATORES DE ESTRESSE VIVENCIADOS PELOS POLICIAIS MILITARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO É O SALÁRIO, CONSIDERADO INJUSTO.

Salário ou remuneração é o conjunto de vantagens habitualmente atribuídas aos empregados, em contraprestação de serviços ao empregador, em quantia suficiente para satisfazer as necessidades próprias e da família.

Segundo alguns juristas, a diferença entre os termos salário e remuneração, está no fato do primeiro dizer respeito apenas ao pagamento em dinheiro, e o segundo engloba também as utilidades, ou benefícios, como alimentação, moradia, vestuário, e outras prestações in natura. Segundo legislação brasileira, salário é o valor pago como contraprestação dos serviços prestados pelo empregado, enquanto remuneração engloba este, mais outras vantagens a título de gratificação ou adicionais.

Nas sociedades capitalistas, salário (ou capital variável no conceito de Marx), é o preço oferecido pelo capitalista ao empregado pelo aluguel de sua força de trabalho por um período determinado, geralmente uma semana ou um mês, ou por unidade de produção.

Segundo os economistas neó-clássicos, os salários são determinados pela produtividade marginal do trabalho.

O termo tem origem no latim salarium argentum, "pagamento em sal" – forma primária de pagamento oferecida aos soldados do Império romano.

Em alguns casos o salário recebe nomes especiais, como o soldo dos militares.

Por favor, respeitem o Policial Militar do Rio de Janeiro!