15/08/2007

OBRIGADO GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL.

.

É o que deveria dizer a única categoria realmente beneficiada por seu anúncio.

Se antes do reajuste, ela recebia salário médio já superior a R$10.000,00 (dez mil reais), a partir de então, passará a receber mais de R$13.000,00 (treze mil reais).

Embora a única tabela não divulgada seja a dos delegados de polícia, eles continuam a não ter motivo algum para reclamar.

Vejam o que os delegados de polícia queriam do governador Sérgio Cabral:

Vejam o que conseguiram:

Delegado de 1ª classe: R$15.167,47
Delegado de 2ª classe: R$13.464,86
Delegado de 3ª classe: R$11.013,51

Estou certo de que os próximos passos da única classe beneficiada com o reajuste serão a busca da máxima projeção possível junto à mídia, da mantença de segredo quanto aos índices de elucidação de delitos, da "reserva de mercado" no que toca à lavratura de termos circunstanciados, da não cocessão de autonomia aos peritos, bem como, mais à frente, da elevação do teto remuneratório do poder executivo, o que, mais uma vez, trará benefícios aos próprios delegados de polícia civil do RJ.
.
O estranho é que o governador que concedeu tal regalia apenas aos delegados de polícia, é o mesmo que se opôs ao reajuste dos servidores do poder judiciário, sob a alegação de que já têm bons salários.
.
O mesmo que agravou ainda mais as discrepâncias entre delegados e o "resto" (nós, PMs, BMs e "tiragem").
.
O mesmo que concedeu menos do que uma moedinha de alguns centavos por dia aos seus pobres soldados de polícia e do Corpo de Bombeiros Militar.

O mesmo que também destinou algumas moedas aos seus professores, médicos, investigadores, peritos e etc.

E o que é ainda pior: condenou-os a recebê-las durante LONGOS VINTE EQUATRO MESES.

NOSSO TRABALHO É FUNDAMENTAL PARA A SOCIEDADE FLUMINENSE.
.
NÃO DEVEMOS ACEITAR ESMOLAS!


PRECISAMOS SEGUIR ATÉ O FIM, FAZENDO O QUE FOR NECESSÁRIO PARA QUE SEJAMOS RESPEITADOS.

Ainda hoje, postaremos nova convocação.

32 comentários:

Raphael Nascimento disse...

Não sou policial, sou um simples cidadão que está acompanhando a batalha da PM e torcendo muito para que o movimento saia vitorioso. Eu, como cidadão honesto, torço para que a promessa da "Tolerância Zero" se cumpra e nunca acabe. "Tolerância Zero" deveria ser um lema principal da Política de Segurança.

A população consciente está do lado dos bons policiais. Força para o movimento.

TODOS, POLICIAIS E CIDADÃOS, JUNTOS SOMOS AINDA MAIS FORTES !!!

GOVERNADOR ACORDE !!!!

Anônimo disse...

BASTA desse descaso do governo com as POL�CIAS.� CERTO QUE O GOVERNO TEM CONDI��ES DE DAR UM AUMENTO BEM MAIOR para os policiais.O governador lan�ou a proposta e vai esperar q fiquemos quietos e aceitemos feito uns ot�rios.Por�m n�o somos ot�rios,vamos nos unir e exigir um aumento digno.

FERA FERIDA disse...

Pelo fim das manifestações pacíficas!!!
Falta de respeito deve ser paga com falta de respeito!!!
Dia 27 ago "O DIA D"

LIUTENENT BPRV disse...

isso é ridiculo! qual a minha cara perante os policiais no qual aclamei para o movimento, e dei esperanças para uma melhoria salarial, e para a minha família...
nao podemos deixar isso assim, temos que mostrar nossa força agora!!! um governador sem sua Policia Militar nao é nada! vamos as ruas, tolerancia zero, vamos parar esse estado, outros ja fizeram, tambem podemos, somos a tropa mais experiente e mais preparada desse país E MERECEMOS MUITO MAIS RESPEITO!!!!

Anônimo disse...

Está claro que o governador não nos respeita. Está na hora da Cúpula(Barbonos, Evaristos e os demais), fazerem a parte que lhe cabem para melhorar a situação dos Policiais. Parem de escalar os PPMM de serviço extra não remunerado. Implantem imediatamente uma escala decente(12x48 rp, patamo, e 24x72 dpos, ppcs, etc), coloquem em dia todas as promõções(algumas com mais de dez anos de atraso, principalmente com os praças e oficiais QOA/QOE.
Paguem as diárias a todos, não deixem que os batalhões andem com VTRs caindo aos pedaços, entrem na justiça para reaver todos os policiais que estão sendo usados fora das funções(á disposição, desipe, judiciário, mp, pc etc). Em suma façam a suas parte que não foram feita até agora. Mostre para o governador que nós nos respeitamos. Se não, niguém nunca nos respeitarão.

Anônimo disse...

Maj estamos juntos para o que der e vier... aguardando ancioso a nova convocação...aumento sim esmola não!!!

Anônimo disse...

Senhores, o Cmt Geral irá entregar o cargo...quem assumir e tiver rabo preso( e quem não tem rabo preso não irá assumir)...vai ser preso, por q nós vamos entregar tudo... vai ser a primeira vez um comandante geral saindo do QG algemado... temos provas, esperem, tentem a sorte, e contratem um bom advogado. rsrsrsrs
o tempo de vcs corruptos, acabou.

Anônimo disse...

Devemos todos nos reunirmos em grande ato público,com nariz de palhaço,para que o povo veja como somos tratados.

Anônimo disse...

Agora eu estou gostando. A chapa está esquentando. Eu já desconfiava que o Governador não iria nos atender!!! Os oficiais da PM estão de parabéns, não colocarem o carro na frente dos bois.
Agora é a hora de pararmos e mostrarmos a população o motivo da paralisação.
O momento é agora!!!
JUNTOS SOMOS FORTES!!!

Anônimo disse...

PROFESSORES E POLICIAIS CIVIS EM GREVE
http://oglobo.globo.com/educacao/mat/2007/08/15/297273119.asp (PROFESSORES)


http://oglobo.globo.com/rio/mat/2007/08/16/297291793.asp (POLÍCIA CIVIL)

O GOVERNADOR ESTÁ PROCURANDO CHIFRE EM CABEÇA DE CAVALO!!!

Anônimo disse...

Não podemos para agora devemos nos unir ainda mais para conseguirmos o nosso objetivo. CHEGA DE DESRESPEITO COM OS MILITARES DO ESTADO... ATé o final

Anônimo disse...

EU NÃO ME CANSO DE VER OS DIPARATES DITOS PELO NOSSO "MUI DIGNO GOVERNADOR:

Para Sérgio Cabral, Saúde, Educação e Segurança são prioritários para a eficiência do estado, e os servidores desses setores não estavam sendo tratados com respeito e dignidade. Ainda segundo ele, foi preciso um esforço muito grande para conceder esses reajustes, trabalhando “no limite do possível”. “FOI FEITO UM TRABALHO CONSISTENTE PARA ATENDER A ANSEIOS REPRIMIDOS HÁ MAIS DE UMA DÉCADA POR ALGUMAS CATEGORIAS.”, afirmou.

NÃO AGUENTO MAIS, VOU CORRER ATÁS DE ALGO MELHOR.NÃO VOU FICAR SENDO HUMILHADO POR UM ESTADO QUE BRINCA COM NOSSAS VIDAS.

SOMOS MASSA DE MANOBRA, NÃO PODEMOS REEVINDICAR NADA POIS O "MILITAR" TÊM QUE ABAIXAR A CABEÇA E ACEITAR IR PARA O ABATE QUIETO E SE SENTIR AGRADECIDO PELA MIGALHA DADA PELA "BONDADE" DE UM GRUPO DE DEMAGOGOS.

NOSSAS INSTITUIÇÕES VIRARAM ALVO POLÍTICO ONDE PROTEGER E SALVAR SÃO SECUNDÁRIOS PARA AQUELES QUE USAM SERVIÇO "DE GRAÇA" PARA FAZER MÉDIA COM A POPULAÇÃO ATRÁS DE VOTOS E PRESTÍGIO.

CORPO DE BOMBEIROS E POLÍCIA MILITAR NÃO PASSAM DE TRAMPOLINS PARA CABIDES DE EMPREGO DO ESTADO.

ENQUANTO ISTO O MILITAR DIGNO E DECENTE CONTINUA ACHARCADO , ENCHOVALHADO E ESQUECIDO POR TODOS A QUEM JURARAM PROTEGER.

Anônimo disse...

ALERTA TOTAL

PROTESTO LEGAL:ELITE DA PM DO RJ REAJE CONTRA "REAJUSTE SALARIAL INDIGNO" PROPOSTO POR SÉRGIO CABRAL.

Por Jorge Serrão

Nem todos os comandantes militares agem com subserviência, bancando puxa-sacos dos poderosos eventualmente de plantão. A elite de oficiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro deu ontem mais uma prova de que o interesse da sociedade e da sua corporação está acima dos interesses políticos passageiros dos governantes.

O Grupo dos Barbonos, composto por nove Coronéis da Ativa da PMERJ, reagiu ao reajuste salarial anunciado pelo governador Sérgio Cabral Filho (PMDB-RJ). A cúpula militar soltou um contundente comunicado aos policiais militares e à sociedade fluminense. Os militares não ligaram para a bravata do governador, durante o anúncio do reajuste. Sérgio Cabral advertiu que não iria tolerar manifestações de insatisfação sobre os reajustes.

Os oficiais foram diretos contra a ameaça do governador do : “O indigno reajuste anunciado pelo Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, se contrapõe frontalmente às expectativas geradas pelos discursos do então candidato ao governo do estado, bem como, pelos discursos após a eleição. Os valores anunciados significam que um Soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro receberá um reajuste mensal de 1,04% , cerca de R$ 8,00 (oito reais) e que ao final das 24 (vinte e quatro) parcelas de reajuste, que ocorrerá em outubro/2009, continuará sendo um dos mais mal pagos do país; apesar de diuturnamente oferecer a sua vida em defesa da Sociedade Fluminense. Exigir-se que um Soldado da Polícia Militar arrisque a vida com essa expectativa de reajuste é crer no impossível”.

PARABÉNS AOS OFICIAIS DA PMERJ QUE ESTÃO NA LUTO, UMA SALVA DE VAIAS AOS OFICIAIS BORRA FARDAS DO CBMERJ QUE NÃO SE MANIFESTARAM EM NADA A ESTE ESCÁRNIO DESLAVADO DO GOVERNADOR.

NÃO HONRAM A FARDA QUE VESTEM.

Anônimo disse...

Basta!!!!!!
Não dá mais para aguentar tanta humilhação, se o próprio governo não tem um pingo se quer de respeito com suas tropas como podemos nos olharmos no espelho e nos orgulharmos da farda que usamos. Se quem deveria nos dar uma melhor condição de trabalho nos trata com tanto desprezo e humilhação. Se continuar deste jeito daqui a algum tempo teremos militares pedindo esmola na rua.
Aos lideres deste movimento está na hora da verdadeira mobilização prometida para o dia 05/08/2007 que não ocorreu.Esta eé a hora paras ruas já chega de esmola queremos salários dignos como nossas funções.

Anônimo disse...

A SAÚDE UNIDA!!! HCPM SE SOLIDARIZA
COM O MOVIMENTO DE REINVIDICAÇÃO SALARIAL.
JUNTOS SOMOS FORTES!

FABIO disse...

Gostaria de dizer que acreditei que manifestações ordeiras mostrariam ao Governo nossa importância.
Gostaria de dizer que somos essencias para o Estado e o povo do Rio de Janeiro.
Gostaria de dizer que não votei no Sr. Sérgi Cabral.
Mas eu não posso e nem acredito em nada do que escrevi até agora.
A pergunta é: O que fazer quando esgotamos os meios de negociação, de forma disciplinada, e somos traídos de maneira tão vil?
A resposta pode estar na História bicentenária da PMERJ, grandes conquistas vieram com grandes mobilizações.
O momento é de definição, aceitamos essa vil humilhação ou lutamos, prefiro a segunda porque dezenas de subordinados me perguntam: e agora? O que respondo? somos uma Instituição fraca? Jamais, lutaremos, alguns tombarão, mas a glória destas entrará para história pela porta da frente, enquanto outros serão lembrados pela ignomínia com a qual desonraram nossa farda.
" Quem sabe faz a hora, não espera acontecer" (Geraldo Vandré)

Anônimo disse...

Caro Sr. Maj Wanderby.
Acredito que chegou o momento de partirmos para ações mais radicais. Nós (PM, BM E PC) somos fundamentais para a sociedade fluminense e desta forma imprescindíveis para o governo do Sr. Sergio Cabral. Nós temos o poder nas mãos. poder este conferido pelo ordenamento juríco pátrio, e nem mesmo este governador falastrão pode nos impedir de usar a lei. Devemos PARAR totalmente de sermos tolerantes e partir para atitudes mais enégicas. Vamos fazer cumprir a constituição e trabalhar somente 44 horas semanais, chega de 24x48, chega de expediente de segunda a sexta + 24 horas nos fins de semana. Chega de viaturas sem condições, vamos baixá-las nas SMT, chega de não haver colete, nem armas de emprego coletivo, chega de policiais sem fardamento, todos devem participar e não mais ir para a rua, chega de sermos tratados como a escória da sociedade. Na atual conjuntura do estado nosso serviço é primordial, se pararmos toda sociedade irá sofrer e com isso cobrar deste pífio governo atitudes realmente dígnas.
Não podemos mais aceitar essa humilhação.

JUNTOS SOMOS FORTES E TEMOS QUE DEMONSTRAR NOSSA FORÇA. CONTRA A FORÇA NÃO HÁ RESISTÊNCIA.

ASS. CAP PM REVOLTADO

Anônimo disse...

Infelizmente não somos respeitados, mas agora temos como reagir. Vamos na ferida, que venha o Reveillon 2008, com prévia no mundial de judô.
Polícia na rua só com salários dignos e equipamentos de proteção indivudual.

Anônimo disse...

Quero ver qual Cmt de batalhão vai determinar (e assumir) que as Vtr sem condições não vão pra rua. Mandar o Soldado se recusar com a vtr lá de dentro do gabinete refrigerado é mole!!!! Quero ver é CEL botando a cara; enquanto isso não acontecer, não acredito em Barbono nenhum. Só palavras e nenhuma ação desses senhores!

Anônimo disse...

25%? Que nada.. veja a verdade dita por quem entende do assunto em http://odia.terra.com.br/rio/htm/geral_117636.asp

Anônimo disse...

Enquanto agente não aprender que só haverá mudanças com "DOR",o que quero dizer com isso não adianta falar, as mudanças significativas só vão acontecer se eles sentirem ameaçados de alguma forma, seja pelo tolelância zero, seja pelo aquartelamento. Abraço Maj, chega de passividade.
Ten Bm.

Anônimo disse...

Tudo mudou...

Nascemos nos anos 30, 40 e 50... foi barra para mudar todos os conceitos de várias gerações.
Faz apenas 50 anos que apareceu a televisão, o chuveiro elétrico, a declaração dos direitos humanos e a revista Playboy.

Casar era pra sempre, sustentar filhos era somente até quando
eles conseguissem emprego, as certezas duravam a vida toda e os homens eram os primeiros a serem servidos na mesa de jantar.

As avós eram umas velhinhas, hoje, essas mulheres de 40 ou 50 anos viraram um "mulherão".
Todos nos vestimos como nossos filhos.
Não existem mais velhos como antigamente.
Essa foi uma geração que mudou tudo.
Culpa da guerra, da pílula, da internet, da globalização, do muro de Berlim, da televisão e da tecnologia.

Até morrer ficou diferente.
Na minha rua havia um velhinho que morria aos poucos.
Ficou uns dez anos morrendo e isto aconteceu logo depois de completar 57 anos.
Hoje se morre com 80 ou aos 90 e é um vapt-vupt.
Com a pílula, a mulher teve os filhos que quis e ela sempre quis poucos.
Como não conseguimos mais sustentar uma família, elas foram à luta e saíram para poder pagar a comida congelada, a luz e o telefone.
Se a coisa não vai bem: é fácil a separação, difícil é pagar a pensão.
Na realidade, as mães são solteiras com doze anos.
Depois serão chefes de família, com muitos filhos de muitos pais.
Em 50 anos tiraram a filosofia da educação básica, e como o pensamento era reprimido pela revolução, tudo virou libertação.
Pedagogia da libertação, Teologia da libertação, Psicologia da libertação.
Deu no que deu.
Burrice liberada.
Burrice eleita.

Para as pessoas de mais de 50 anos, palhaço era o Carequinha .

Hoje o povo inteiro é meio palhaço, meio pateta.

Ladrão era o Meneghetti e o Bandido da Luz Vermelha; hoje os ladrões tomaram conta dos palácios, da Câmara Federal e de uma cidade que não existia, chamada Brasília.

Ângela Guadagnin dançaria só na zona do baixo meretrício. *
Presidente da República era alfabetizado.
Experiência com feijão e algodão germinando a gente fazia na escola primária e não em vôo espacial, pago a 12 milhões de dólares.
Movimento social era reunião dançante.
Dia da mentira não era data nacional.
Piercing quem usava era índio botocudo.
Tatuagem era em criminoso do bas fond.
Mansão do lago era algo de filme de terror e não lugar onde ministro divide dinheiro.
Caseiro não era mais ético do que ministro.
Quadrilha era dança junina e não razão de existir de partido político.
O Clube dos Cafajestes eram uns inofensivos playboys cariocas e não um País inteiro.
As pessoas de mais de 50 estão assim meio tontas, mas vão levando.

Fumaram e deixaram de fumar.
Beberam whisky com muito gelo, hoje tomam água mineral
Foram marxistas até descobrir quem eram Harpo, Chico e Groucho, e que o marxismo é um grande engodo.
Ninguém tem mais certeza de mais nada e a única música dos Beatles a tocar é "Help".
Pára Brasil, que os caras de mais de 50 anos querem descer!!!
Ao ler esta mensagem dá um aperto no coração só de pensar que tudo isso é verdade! *
Que a nossa realidade está de fazer vergonha!

E o pior, será que alguém sabe o que é "vergonha"?

* Autor desconhecido *

Anônimo disse...

SALÁRIOS, CONDIÇÕES DE TRABALHO E RESPEITO AOS NOSSOS DIREITOS!!!

QUEREMOS SAIR DA PRÉ-HISTÓRIA DA POLÍCIA.

A NOSSA AMADA PMERJ TEM QUE VOLTAR A SER PIONEIRA, USAR TECNOLOGIA E INVESTIR NO HOMEM.

DEPOIS DESSE FATO INOMINÁVEL (ANÚNCIO DO AUMENTO) DEVEMOS NOS PREPARAR PARA A TEMPESTADE QUE CHEGARÁ.

E NÃO ESTAREMOS SOZINHOS. PROFESSORES VALOROSOS, MÉDICOS CORAJOSOS E BOMEIROS HERÓIS ESTARÃO CONOSCO.

SOMOS SERVIDORES PÚBLICOS DA ÁREA DA SEGURANÇA. VAMOS UNIR OS PLEITOS.

VAMOS ÀS RUAS AO LADO DOS DEMAIS SERVIDORES. O PROBLEMA DO SERVIDOR É COMUM À TODA SOCIEDADE.

PROFESSORES, BMS, PMS,PCS E MÉDICOS LADO À LADO. É POSSÍVEL.
RESPEITO E DIGNIDADE É O QUE TODOS QUEREMOS!!!
FORTE ABRAÇO.

Anônimo disse...

Esta diferença salarial dos Delegados de Polícia e a Oficialidade da PMERJ é uma questão cultural, que veio se tornando mais cristalina no decorrer das últimas duas décadas.
Também acho este aumento um verdadeiro achincalhe, pois não corresponde as nossa expectativas.
Mas querer mudar isto do dia para noite é como querer alimentar um desnutrido, o processo tem que ser lento e gradual. Mas sinceramente discordo plenamente, quando temos que trazer outras classes a nossa causa, isto chega a ser um absurdo e falta de visão institucional. Nosso regime é diferente, nossas atividades são diferentes nossa exposição é diferente e nosso salário é diferente, ou seja, um "tira" ganha quase igual a um Capitão PM solteiro, somando o seus vencimentos e a gratificação do Delegacia Legal.
Temos que reivindicar, dentro do ordenamento jurídico que nos permite, os nossos direitos, senão estaremos virando uma pseudo "Arca de Nóe", contudo, aquela Deus sustentou e salvou, a nossa irá afundar assim que começar a chuva.
Um grande abraço do colega de farda "o Desiludido".

Monica Reis disse...

PARABÉNS A ESTES BRAVOS CORONÉIS!!! SÃO HOMENS DE VERDADE!!! SE EXISTISSEM MAIS DESTA FIBRA TUDO SERIA DIFERENTE!!! NÃO SE ACOVARDAM FRENTE A INJUSTIÇA, SÃO POLICIAIS MILITARES!
Que seus subordinados tenham orgulho de ter Coroneis assim!! Melhor um leão á frente de cordeiros, que um cordeiro à frente de lobos. Esses coronéis querem aumento de salário e dignidade, pois VIVEM DE SEUS SALÁRIOS e estarem nesta luta é a prova cabal deste fato!!!
Tolerância Zero! A sociedade precisa dos POLICIAIS MILITARES!!!

Anônimo disse...

É RÍDICULO essa proposta de aumento do GOVERNO.Não vamos aceitar isso.O governo está tentando nos intimidar não somos otários devemos aproveitar o MOMENTO e LUTAR por um aumento digno para os policiais militares,policiais civis e bombeiros.Vamos nos unir e reinvidicar um aumento digno.Pois, o governo tem condições.

Anônimo disse...

Os CORONÉIS estão com a tropa a favor deles devem aproveitar O MOMENTO E EXIGIR UM AUMENTO DE VERDADE.Major a tropa está com o senhor e com todos o OFICIAIS, não enfraqueçam, continuem na luta.

Anônimo disse...

estamos aguardando estopim para vermos o que acontece(tolerancia zero)!!

JUNTOS SOMOS CADA VEZ MAIS FORTES!!!


CB CBMERJ

mjp disse...

Maj Wanderby, a atitude dos barbonos não deveria ser a prometida por estes, ou seja, de pedirem exoneração de seus cargos e imediata passagem para a inatividade, pois além de cumprirem a palavra dada a tropa, forçariam os demais coronéis a apoiarem o movimento?

Anônimo disse...

Duvido que os coronéis barbonos tenham coragem de cumprir com as suas palavras.
Não irão perder a boquinha dos cargos, viaturas e telefones que dispõe em troca de terem suas honras preservadas.
Se o leitor mjp acredita nisto, deve , também acreditar em Papai Noel.

Monica disse...

Esses coronéis não podem pedir exoneração!!!! tem que continuar ao lado de sua tropa, dando apoio, mostrando os rumos!!!
Por favor coronéis, os cidadãos do Rio precisam que esse movimento traga os efeitos que todos civis e militares esperamos!

Anônimo disse...

A PROPOSITO!, NÃO ESQUECAM DE APREENDER AS VIATURAS DO CBMERJ NA OPERAÇÃO TOLERANCIA ZERO!
NÃO TEM UMA QUE TENHA ESTEPE!