04/08/2007

PRIMEIRA REUNIÃO ENTRE "BARBONOS" E "EVARISTOS".

.

FOI REALIZADA NO DIA DE HOJE.
.

Os Srs Coronéis integrantes do "Grupo dos Barbonos" e representantes da mobilização intitulada "Os 40 da Evaristo" tiveram sua primeira reunião conjunta de trabalho.

De tudo o que foi discutido, o mais importante é que agora Coronéis "Barbonos" e Oficiais/praças "Evaristos" estão lutando JUNTOS pelos ideais INSTITUCIONAIS objeto de reivindicações já encaminhadas ao Governo do Estado, dentre as quais e principalmente, a INTEGRAÇÃO SALARIAL entre policiais militares e policiais civis, nos termos da tabela encaminhada pelo Sr Cmt Geral da Corporação.

JUNTOS, FORTES E CONFIANTES (COMO NUNCA ANTES), AGUARDAMOS O ANÚNCIO DO GOVERNO DO ESTADO EM 16/08/07.

14 comentários:

Operador de som disse...

Chefe, ta td muito bom, td muito bem, mas ja vi barbono indo em unidade falando que devemos "entender" o governador e nao dar aumento... Ja vi barbono criticando o carater publico do movimento. A minha questao é: Eles agora formam em unissono conosco?

Anônimo disse...

CFS PM, 2ª CIA DO CFAP - CIENTE!!!!!!!!!!!
E somente aguardando instruções, porque JUNTOS SOMOS FORTES!!!!!
Se for para partir para o padrão, é padrão GERAL!!!!!!!
Pra chico e francisco!!!!!!

Anônimo disse...

AGUARDAMOS DETALHES DESTA REUNIAO.

Wanderby (wanderby@oi.com.br) disse...

Caros Srs.
Uníssono!
JUNTOS SOMOS FORTES.

MILITARCARIOCA disse...

LEI N º 4.024/2002 – GRATIFICAÇÃO DE TEMPO DE SERVIÇO
PELO VALOR MÁXIMO

Tendo em vista o Acórdão proferido pelo Órgão Especial do TJERJ nos autos do Proc. n º 2002.007.00158 – Representação de Inconstitucionalidade – no qual a excelsa Corte decidiu não conhecer da referida Representação e cassou a limitar que mandara sustar os efeitos dos dispositivos legais nela questionados, inclusive da Lei n º 4.024, de 11 de dezembro de 2002, não há mais impedimento para que policiais-militares e bombeiros-militares inativos, desde que julgados incapazes para o serviço ativo das PMERJ e CBMERJ, reivindiquem a vantagem prevista no art. 4o da lei em referência.
Assim, segundo entendimento com o Sr. Diretor de Inativos e Pensionistas/PMERJ, os beneficiados pelo citado dispositivo ficam orientados a postular junto àquela DIP a concessão da gratificação de tempo de serviço pelo valor máximo, juntando ao requerimento padrão a cópia do último contracheque.
Aos sócios, que preferirem, o requerimento poderá ser encaminhado através da AME/RJ, devendo para isso contactar com a funcionária Andréa

Anônimo disse...

PAI DE MILITAR,
SENHORES, ACHO QUE CHEGA DE BRINCADEIRAS, QUE O SR GOVERNADOR PINOQUIO REALMENTE SEJA DIGNO DE CUMPRIR O QUE PROMETEU DURANTE A CAMPANHA.NÃO É POSSIVEL CONTINUAR COM ESTA SITUAÇÃO DE ESCONDE ESCONDE.GOSTARIA DE SABER ONDE ANDAM OS DEPUTADOS QUE TANTO PROMETEM DURANTE AS CAMPANHAS , INCLUSIVE HOMENS QUE JÁ ESTIVERAM NAS FILEIRAS DA PM, ONDE ANDAM?ESTÃO COM A MULA CHEIA?DEIXEM DE SER COVARDES, INTERFIRAM NO PALANQUE DA ASSEMBLEIA.OU SOMENTE SABEM SER MAIS UNS PINOQUIOS DA VIDA?AGUARDAMOS UMA RESPOSTA.CHEGA DE MENTIRAS.

Anônimo disse...

SR MILITAR LEGAL,FIZ CONSULTAS NO SITE DO TRIBUNAL E TODOS OS PEDIDOS DOS PMS E BMS REFORMADOS POR INVALIDEZ(QUE PERDERAM SEUS TRIÊNIOS INTEGRAIS)FORAM INDEFERIDOS PELOS DESEMBARGADORES,ME PERDOE SE ESTOU ERRADO,AONDE CONSTA QUE A LEI DEIXOU DE SER INCONSTITUCIONAL OU,QUE AGORA,OS TRIÊNIOS SERÃO DEVOLVIDOS? MUITO OBRIGADO AO MAJOR WANDERBY E AOS SRS PROPRIETÁRIOS DOS BLOGS POR DAREM OPORTUNIDADE TAMBÉM AOS COLEGAS QUE PERDERAM SUA SAÚDE DEFENDENDO A PMERJ,LEMBREMO-NOS QUE MUITOS INFELIZMENTE SE JUNTARÃO AOS INCAPACITADOS EM VIRTUDE DA VIOLÊNCIA QUE ASSOLA O NOSSO ESTADO.

Anônimo disse...

Somente para esclarecimento: A lei 4024,de 2002,em seu parágrafo quarto diz que os pms e bms que forem incapacitados em trabalho farão jus ao triênio integral.Os nossos deputados criaram uma lei sem base,a lei magna diz que tempo de casa não pode ser fictício,ou seja,inventado,diz ainda a lei de responsabilidade fiscal que qualquer lei que crie despesa partirá do poder executivo,o legislativo não o pode,com essa base,esse artigo quarto foi considerado inconstitucional.Agora, a pergunta:Nossos ilustres deputados estaduais não sabiam disso na hora do projeto? Pensem amigos pms e bms,o ano que a lei foi aprovada foi ano de eleicão.......será que eles inventaram essa lei 2024 para ganhar votos?Porque não elaborar um projeto com o cmt geral para que fosse criado um auxílio-invalidez decente,e não esse que nós temos hoje que dá um soldo de cabo ao pm ou bm que estiver praticamente vegetando numa cama?Se um pm hoje com 2,4,5 anos de casa der o (AZAR) de ser reformado por invalidez, sairá com uma mixaria,pois não terá praticamente nenhum triênio,talvez 10,15 por cento.Por favor lembrem-se daqueles que nem bico conseguem fazer........

Anônimo disse...

Não podemos aceitar qualquer alegação, onde poderá ser dito: "sabemos da situação de vocês, sabemos que estão com os salários superdefasados, mas este governo recebeu os cofres do estado vazios. Daremos um bom aumento assim que for possível..." ou então "estamos sem verba no momento, o que podemos dar é X%, prcelado em 10, 15, 20 vezes (diferença de R$ 20,00 mensais)."
Quando se quer, se dá uma solução, pois deram uma enorme solução no PAN, onde os gastos foram "muito maiores" do que todos os outros PANs da vida, no mundo inteiro. Se tá ruim assim, imagina se estivesse bom!!!!
Ass.: SGT PM.

Anônimo disse...

Major, só uma curiosidade.
Algum Oficial do CBMERJ irá participar dessa reunião no dia 13 como o Governador?

militarcarioca disse...

lei 4024/2002
a lei do trienio está neste site.
http://assofrj.org.br/
é da associação de oficiais militares estaduais do rio de janeiro.
antigo clube dos oficiais.

amigos geralmente me identifico como militarcarioca e não perderia minha credibilidade com uma noticia falsa e dar esperanças a alguns sofredores como eu.

me desculpe não ter informado a fonte, agora podem conferir.
alias consta que o diretor do DIP da PM já autorizou o protocolo, mas infelizmente o DIP do Bombeiro ainda não.

LEI N º 4.024/2002 – GRATIFICAÇÃO DE TEMPO DE SERVIÇO
PELO VALOR MÁXIMO

Tendo em vista o Acórdão proferido pelo Órgão Especial do TJERJ nos autos do Proc. n º 2002.007.00158 – Representação de Inconstitucionalidade – no qual a excelsa Corte decidiu não conhecer da referida Representação e cassou a limitar que mandara sustar os efeitos dos dispositivos legais nela questionados, inclusive da Lei n º 4.024, de 11 de dezembro de 2002, não há mais impedimento para que policiais-militares e bombeiros-militares inativos, desde que julgados incapazes para o serviço ativo das PMERJ e CBMERJ, reivindiquem a vantagem prevista no art. 4o da lei em referência.
Assim, segundo entendimento com o Sr. Diretor de Inativos e Pensionistas/PMERJ, os beneficiados pelo citado dispositivo ficam orientados a postular junto àquela DIP a concessão da gratificação de tempo de serviço pelo valor máximo, juntando ao requerimento padrão a cópia do último contracheque.
Aos sócios, que preferirem, o requerimento poderá ser encaminhado através da AME/RJ, devendo para isso contactar com a funcionária Andréa

no site esta localizado do lado esquerdo onde fica subindo as noticias.
juntos somos invenciveis.

Wanderby disse...

Caro
Nós gostaríamos que algum oficial do CBMERJ participasse da reunião.
Todavia, para que tal ocorresse, SERIA NECESSÁRIO QUE ESTIVESSEM ACOMPANHADOS DE SEU CMT GERAL, a exemplo do que dar-se-á com os policiais militares.
Respeitosamente, faço votos que tal iniciativa seja encetada pelo Sr Cmt Geral do CBMERJ.

Anônimo disse...

Ao sr militar legal,por favor verifique se o site da ASSOfRJ está atualizado,neste site consta vitória de pms e bms acerca da lei 4024,que fala sobre triênios integrais de reformados por invalidez.Neste mesmo site,consta informe do ano de 2005.....neste mês de julho,vários colegas entre pms e bms tiveram seus pedidos de retorno de triênios negados pelos desembargadores do tjerj,pode estar havendo algum engano,não consta data do acórdão nem número,o correto seria alguém da assofrj colocar maiores dados no quadro do site.

Anônimo disse...

Juntos somos fortes!!!!!
Mas, recisamos de lideranças que represente nossos ideias.
Sobre um possivel greve, concordo, mas só acho que para feze-la é preciso ter moral... pois não adianta um minoria se rebelar e a grande maioria continuar trabalhando. No final vai ser fácil identificar os gevistas.