19/02/2008

AME/RJ - REUNÃO - 19/02/08

.
DENTRE OUTROS PONTOS:

MANIFESTAÇÃO DE APOIO FORMAL E AUTÔNOMO DO "MOVIMENTO DAS MULHERES DE ATITUDES INDEPENDENTES"

EXTENSÃO DE CONVITE ÀS PRAÇAS PARA A PRÓXIMA REUNIÃO

AGREGAÇÃO DE "BARBONOS" E "EVARISTOS" SOB NOVA DENOMINAÇÃO SIMBÓLICA: "MOBILIZAÇÃO CÍVICA PM/BM - SEGURANÇA CIDADÃ"

DEFLAGRAÇÃO DE NOVOS E DIVERSIFICADOS ATOS CÍVICOS

APRESENTAÇÃO DE UM DOS CENTENAS DE CARTAZES QUE EM BREVE ESTARÃO NOS MAIS DIVERSOS LOGRADOUROS PÚBLICOS:

CONVITE AO INGRESSO DE AÇÕES JUNTO AO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (caso tenha interesse, solicite as petições em wanderby@oi.com.br)

RATIFICAÇÃO DA CAMPANHA "SE É CABRAL, TÔ FORA!" (INCLUSIVE COM O INTENTO DE PRODUÇÃO DE ADESIVOS):

INDICATIVO DE NOVO GRANDE ATO PÚBLICO PARA 01 OU 02 DE MARÇO (SÁBADO OU DOMINGO)

REUNIÃO PREPARATÓRIA (PARTICIPE):

DIGNIDADE SALARIAL PARA TODOS!

ENTRE VOCÊ TAMBÉM NESSA LUTA.

8 comentários:

juntos somos fortes disse...

A diversificação das manifestações será a melhor resposta para aqueles que ainda "esperam acontecer".
O evento na Baixada Fluminense também será de grande importância!

JUNTOS SOMOS FORTES!

Cadete Desanimado disse...

Delegados negociam aumento

Estado acena com possibilidade de reajuste de R$ 1.200 para cerca de mil ativos e inativos


Em meio às manifestações por melhores salários para a PM, os delegados de Polícia Civil negociam reajuste para eles — os inativos também — com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). Segundo o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Rio de Janeiro (Adepol), Wladimir Reale, em reunião no mês passado, cálculo do governo do estado estimou um aumento para a categoria em R$ 1.222,58. Ainda não há, porém, data para pagamento.

A assessoria de imprensa do Palácio informou que o governo está aberto a negociações, mas que não há previsão de aumento para os delegados, já que ano passado ele foi concedido aos servidores da segurança. A assessoria afirmou que não revela o teor das reuniões e que elas são uma rotina no Palácio.

Outro encontro da categoria com a Seplag está previsto para mês que vem. Segundo Reale, o estado tem 1.005 delegados. “O aumento, se for concedido, porém, não vai atingir a todos porque nosso teto é o do governador, que recebe R$ 12.765,00, e com esse aumento alguns salários ultrapassariam o dele”, explicou Reale.

Cadete Desanimado disse...

Delegados negociam aumento

Estado acena com possibilidade de reajuste de R$ 1.200 para cerca de mil ativos e inativos

Em meio às manifestações por melhores salários para a PM, os delegados de Polícia Civil negociam reajuste para eles — os inativos também — com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). Segundo o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Rio de Janeiro (Adepol), Wladimir Reale, em reunião no mês passado, cálculo do governo do estado estimou um aumento para a categoria em R$ 1.222,58. Ainda não há, porém, data para pagamento.

A assessoria de imprensa do Palácio informou que o governo está aberto a negociações, mas que não há previsão de aumento para os delegados, já que ano passado ele foi concedido aos servidores da segurança. A assessoria afirmou que não revela o teor das reuniões e que elas são uma rotina no Palácio.

Outro encontro da categoria com a Seplag está previsto para mês que vem. Segundo Reale, o estado tem 1.005 delegados. “O aumento, se for concedido, porém, não vai atingir a todos porque nosso teto é o do governador, que recebe R$ 12.765,00, e com esse aumento alguns salários ultrapassariam o dele”, explicou Reale.

Anônimo disse...

COMUNICADO DO PROFESSOR NELSON MACULAN - exonerado da Secretaria estadual de educação

Apesar de todas estas ações, encontramos fortes resistências e não conseguimos avançar em questões importantes para uma verdadeira transformação da qualidade do ensino no estado:

A democratização da gestão escolar.
A recuperação dos salários dos professores.
A incorporação da gratificação do programa Nova Escola.
A implantação do plano de carreira do magistério.

A Educação deve ser um projeto de longo prazo, com políticas marcadas pela continuidade. Não há milagre possível, o que deve haver é vontade política. Sem valorizar o professor, sem capacitá-lo e sem remunerá-lo dignamente, jamais conseguiremos atingir uma Educação de qualidade e que transforme verdadeiramente o nosso País.

fonte
www.see.rj.gov.br

Anônimo disse...

Média das 27 Polícias Militares do Brasil para a graduação de Soldado: R$ 1.412,74.

R$ 580,93 a mais do que o Sd PM do Rio ganha!

Para atingir a "Média Nacional", o Soldado da PMERJ precisaria de 69,84% de aumento salarial.

O Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro merece ganhar esse aumento, pois é o PM que mais trabalha no Brasil!

O BOM SENSO TEM QUE PREVALECER!!!

O GOVERNADOR TEM ESSE COMPROMISSO COM A SEGURANÇA PÚBLICA, ESTÁ NA HORA DE HONRÁ-LO!

Como o Sérgio Cabral mesmo disse: "POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS"!

Anônimo disse...

quem diria , TC CF, se deixou vender pela... quem diria , TC Costa FIlho, se deixou vender pela tão sonhada promoção, a alguns anos estava ele lutando contra o estado, os anos se passaram as forças acabando, a moral e a ética evaporando como muitos outros deixaram evaporar... uma coisa eu sei, Cel eu o já considerava por ser até "ontem" Homem com H maiúsculo, agora que chegará a última gemada não sei, pobre coitado, os anos passaram novamente e ele verá que vender a alma não poderá nunca tornar o homem mais digno...
Publicar Recusar

Anônimo disse...

C G – Coronel (rsrsrsrsrs);
Chefe do – (...) (Jesus);
CMT do 1º – (...) (jura?);
CMT do 2º – (...) (me recuso acreditar);
CMT do – Tenente Coronel (ícone no abuso de autoridade);
CMT do – Tenente Coronel (dono de empresa de ônibus, grande amigo);
CMT da A – (sem comentários);
Diretor da D – (impressionante);
Diretor da D – CF (esse fica por conta de vocês).
A questão é: É ESSA A POLÍCIA EM QUE QUEREMOS???????????????
EU TAMBÉM NÃO!!!
CHEGA DE PITTARIA!!!!!!!!!
JUNTOS CADA VEZ MAIS FORTES!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Há muitos PPMM, que por motivos diverssos gostariam de participar mas não podem, um dos motivos por exemplo, seria a iminente promoção que ficaria comprometida, por isso sugiro a abertura e divulgação de uma conta corrente aberta com a finalidade de receber recurssos para confecção de faixas, aluguel de carros de som, etc.