06/10/2007

A Polícia Civil que queremos (e precisamos) começa pela tomada de posição da Polícia Militar.

A frase foi inspirada em entrevista que acabo de ouvir, fornecida à Rádio CBM no dia de hoje pelo Corregedor Interno da PM do RJ; a propósito, autor de profícua e viável proposta para a segurança pública, disponível em http://celprpaul.blogspot.com/2007/10/uma-proposta-nova-para-segurana-pblica.html.

Espero que as palavras sejam convertidas, o mais rápido possível, em ações e que as medidas tragam como benefícios à sociedade não apenas o incremento dos índices de elucidação de delitos da Polícia Civil, como também a redução dos autos de resistência da Polícia Militar, submetidos que passarão a estar ao crivo de suas delegacias de polícia judiciária e sob o olhar diligente do Parquet.

Será que agora é mesmo "à vera"?

Será que o elefante arrebentará o barbante que o amarra?

Tenho certeza de que a sociedade, mesmo que em certos casos, sem se dar conta, anseia por urgentes mudanças de atitude por parte de sua polícia.

18 comentários:

Anônimo disse...

É uma pena ver em todas essas exclusões, por crime de concursão, apenas para praças ladrões de galinha.
E é uma pena maior ainda ver toda essa estrutura de correção interna,ser voltada apenas pra quem trabalha na atividade fim.
E é uma pena a repórter não ter feito nenhum pergunta sobre isso.

Anônimo disse...

Coronel,bola fora,como ficam aqueles policiais e bombeiros reformados podendo prover com pouco tempo de casa?Qual emprego lhes garantirá um cargo como o de major,onde os mesmos poderiam chegar se não tivessem sido acidentados no trabalho?Quem devolverá os triênios retirados?quem devolverá o auxílio-invalidez?

Anônimo disse...

CAVEIRA


A CAVEIRA DEVE SER BANHADA DE HUMILDADE ANTES MESMO DE SER OSTENTADA.SÓ ASSIM ELA TERÁ ALMA E BRILHARÁ ETERNAMENTE SEM QUE SEJA PRECISO PROVAR NADA A NINGUÉM.
VIT´RIA SOBRE A MORTE.
CAVEIRA

CAVEIRA

CAVEIRAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Anônimo disse...

E QTO AOS BOMBEIROS?? OU ESSAS DELEGACIAS TERÃO QUE TER INTEGRANTES DO CBMERJ NA SUA ESTRUTURA, OU O CBMERJ VAI TER QUE CRIAR SUAS DELEGACIAS?

Anônimo disse...

O que vemos é que êles querem é poder, querem é a autoridade dos delegados. É claro que o corregedor de PM terá que pedir maior amplitude nas ações da corregedoria, maior poder para persseguir os praças, somente os praças, é o que vemos na prática. Este modelo está esgotado, tendo em vista que existe desde 1808 e a Guarda Real, que está presente até hoje, desde 1809. Porque não propor um modelo de uma nova polícia, moderna, técnica e desmilitarizada. O povo precisa saber quanto custa ao governo manter uma PM com a sua atividade meio tão pesada. Essa estrutura militar só existe no Brasil. E não me venham com aquela enganação de que existe no Chile, na França, na Italia, no Canadá, etc. Essas são polícias nacionais, que somente atuam em áreas de fronteiras e interioranas.

wanderby@oi.com.br disse...

Caro Anônimo
Lamento informar, mas só conheco um modelo de polícia que não possui congênere no mundo e ele está mais próximo de nós do que talvez possa perceber.

wanderby@oi.com.br disse...

Ia esquecendo...e não é o modelo militar, militarizado ou, caso prefira, fundado na hierarquia e disciplina.

Anônimo disse...

É engraçado ver no democrático democrático blog do coronel li frases frases como , "cumpra-se a constituição já" para defender as atribuições da polícia militar! E ao mesmo tempo o signatário deste ficar defendendo a lavratura de termos circunstanciados pela PM. Então tá Coronel, vamos lá .. o STF, MAIS UMA VEZ julgou que é inclonstitucional a PM fazer lavratura de termos cricnustanciados, vou colar apenas um trecho da decisão

"Também o ministro Cezar Peluso advertiu que, “antes da lavratura do termo circunstanciado [constante do artigo 5º do decreto], o delegado tem que fazer um juízo jurídico de avaliação dos fatos que são expostos”. Sendo uma atividade inerente a delegados habilitados para as funções de polícia judiciária, a Polícia Militar não teria habilitação adequada para essas funções, o que comprometeria todo o processo jurídico decorrente dessas funções.

Então se é CUMPRA-SE a COnstituição já! Vms parar com essas palhaçadas de equiparação e lavratura de termos, pois vcs são LEIGOS JURIDICOS e tem que aceitar isso! Esse coronel é um bobão isso sim! Se fosse mais novo ia estar estudando para ser Delegado. A cade besteira que ele escreve fica mais claro seu complexo e que seu real sonho era ser Delegado infelizmente não conseguiu. Não fique triste Coronel o Sr. já tem idade para saber que na vida nem sempre tudo que a gente quer a a gente consegue! Seus escritos são parcias e confusos. Quem é o Sr. PAra tentar contestar DALMO DALLARI? Dá até pena dessa PM do RIO, vcs são exatamente o que o filme TROPA DE ELITE retrata, alís senão me engano o Sr Coronel é corregedor, PRENDEU QUEM ATÉ HOJE?? Andei consultando colegas da PM e todos disseram! NINGUÉM! É um burocrata, que se acha intelectual sem ter estudado o suficiente para isso! Realmente se a PM trabalha-se direito, evitando os crimes e preservando a ordem pública, a polícia civil teria menos trabalho e seria melhor, mais ao invés disso vcs cometem crimes! E agora querem acobertá-los querendo investigar vcs mesmos, repitindo a frase do filme trpa. VCS NUNCA SERÂO!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Acho engraçado, pois se anônimo acima acha a PM tão ruim e essa proposta tão absurda, porque esse nacional perde seu tempo postando aqui???
A Polícia Civil está tão boa assim? Bom, para os Delegados sim, já para a tiragem.....
Quanto a integração, conversando com alguns PC na delegacia, a maioria nem esquentou... Eles parecem estar mais revoltados com o fato dos delegados receberem aumento decente e eles não, do que preocupados com a PM. Até porque, pelo que já pesquisei, um Sub Tenente ganha mais que um comissário(inspetor de 1*). Então os próprios PC querem mudar isso... Tirando alguns, que são enganados por outros...

Anônimo disse...

Wanderby e Paúl, façam concurso para delegado e deixem a tropa em paz, porque o que queremos é SALÁRIO e não servir de massa de manobra para suas briguinhas por poder.

ENGANADORES DA PMERJ !

Anônimo disse...

O anônimo que escreveu falando sobre a PM e defendendo a PC deve realmente ter estudado muito. Percebemos pela profundidade do texto, além da ortografia impecável, diria até se tratar de português clássico.Vide "Realmente se a PM trabalha-se direito" é trabalhasse meu caro amigo, "Seus escritos são parcias e confusos" não é parcias e sim parciais. Enfim provavelmente o nível intelectual da PC está altíssimo o que reflete o desempenho desta corporação. Tente prova para Guarda municipal, pode ser que consiga alguma coisa.

Anônimo disse...

É, a coisa tá feia! Um Sub Tenente com salário já se igualando ao de um flanelinha ganha mais que um Inspetor de Polícia que, nessas alturas, deve estar com ganhos equivalentes ao de um menor malabarista de sinal de trânsito! Cabral deu só 4% para não provocar grandes disparidades das rendas auferidas pelas "categorias profissionais" acima citadas.Compreenderam? Não culpem o governador. Ele,como bom democrata, quer manter o equilíbrio social. Os 4% só ofendem os néscios,que não entendem de política e de "choque de gestão" (adoro ouvir o nosso governador falar "choque de gestão"!)

Anônimo disse...

Interessante o emprego de "nacional" feito pelo anônimo nº 9, na forma em que o fez. Nunca usei "nacional" no sentido referenciado, porque tal uso me sugere generalizações, uma porção de coisas. Por exemplo, neste momento penso em piolho, morcego, barata,lagarta,gongolo,helminto... ARR..,que nojo! Psiu, você da 9ª postagem! Foi alguma dessas criaturas que voce "nacionalizou"?

Anônimo disse...

Êpa! Por que um anônimo daí de cima quer que outro anônimo de mais acima faça prova para a Guarda Municipal? Por favor, não vamos piorar os serviços de
postura e fiscalizaçao do trânsito. O Rio não merce!

Anônimo disse...

O Governador Sérgio Cabral prometeu atender, imediatamente, várias das 13 propostas que os Coronéis Barbonos fizeram e até agora nenhuma foi atendida e ninguém mais fala no assunto. Por que???????

wanderby@oi.com.br disse...

Caros Srs
Apenas a título de esclarecimento, não há no mundo modelo policial que contemple a utilização de coletes e de carros ostensivos por investigadores, nem tampouco a não utilização de farda ou uniforme por patrulheiros.
Mesmo em NY, cuja polícia talvez seja um de nossos principais paradigmas de polícia civil, a formação militar é tão valorizada que são fornecidos incentivos para a entrada de egressos das forças armadas. E a continência também existe.

Anônimo disse...

querer fazer policiamento ostensivo sem farda é coisa de praça safado que quer roubar e se disfarçar no meio da população. só precisa de anonimato o BANDIDO. um imundo que sugere isso merecia 4 dias só por sugerir isso. RDPM nesses sem vergonha!

Anônimo disse...

Vergonha é servir café da manhã, servindo-se do dinheiro do rancho do PM, vergonha é supervisionar o PM para exigir dinheiro do mesmo, vergonha é na companhia o PM ter de dar uma certa quantia por semana, vergonha é conferir o resultado do desfile das escolas de samba dentro do batalhão de choque, idolatrando os banqueiros do jogo do bicho.Isso é que é vergonha, e tenhas a certeza que não é coisa de Praça. A Polícia Federal está investigando e a verdadeira vergonha aparecerá.